Dia a dia

Movimento vai entregar ao MPE pedido de revogação ao embargo à BR-319

As obras só estão paradas devido ao embargo da juíza federal, o que fez com que eles direcionassem o abaixo-assinado - foto: Ione Moreno

As obras só estão paradas devido ao embargo da juíza federal, o que fez com que eles direcionassem o abaixo-assinado – foto: Ione Moreno

Integrantes do movimento a favor da reabertura da BR-319 (Manaus – Porto Velho) devem entregar amanhã um abaixo-assinado com mais de 1 mil assinaturas ao Ministério Público Federal (MPF/AM). O documento está direcionado à juíza titular substituta da 7ª Vara Federal, juíza federal Aline Soares Lucena, que embargou a obra após laudo do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

O laudo prevê grandes danos ambientais caso as obras sejam continuadas, o que contribuiu para a suspensão das mesmas.

De acordo com um dos representantes do movimento, o professor André Marsílio, 29, o Ibama e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) entraram em um consenso na semana passada. Com isso, as obras só estão paradas devido ao embargo da juíza federal, o que fez com que eles direcionassem o abaixo-assinado à magistrada.

“Já existe uma movimentação para que possamos levar o documento até a juíza, para que justamente ela possa tirar esse embargo e voltar as obras de recuperação. Além dessas obras, nós queremos o asfaltamento, para que a BR-319 seja classe 1, assim como são outras estradas que existem no Brasil”, disse Marsílio.

Ainda de acordo com ele, o Exército Brasileiro vai criar um pelotão e uma unidade de engenharia no percurso da BR-319,  para ajudar na vigilância, e as obras de manutenção da rodovia. Segundo o professor, parte do recurso será destinado por uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) de autoria da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB) ao orçamento da União para o próximo ano, no valor de R$ 4,4 milhões.

Na tarde de ontem, portando algumas faixas, os integrantes do movimento em prol da abertura da rodovia federal realizaram um manifesto em frente às sedes do Dnit, no bairro de Flores, Zona Centro-Sul, e do Ibama, no Distrito Industrial, Zona Sul.

Audiência

Nesta segunda-feira, acontece uma audiência pública na Câmara Municipal de Manaus (CMM) para pressionar a reabertura da estrada. O evento foi proposto pelo vice-líder do prefeito, na casa legislativa, vereador Walfran Torres (PTC).

Por Henderson Martins

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir