Sem categoria

Mototaxistas realizam manifestação em frente à prefeitura de Manaus

Um dos pontos de concentração dos manifestantes foi a avenida Brasil, na Compensa – foto: Kattiúcia Silveira

Um dos pontos de concentração dos manifestantes foi a avenida Brasil, na Compensa – foto: Kattiúcia Silveira

Um grupo de pelo menos 300 mototaxistas participa, na manhã desta quarta-feira (24), de uma manifestação em frente à sede da prefeitura de Manaus, na Compensa, Zona Oeste da capital. A principal reivindicação da classe é o aumento do prazo para se regularizar na função.

Os lideres da manifestação foram recebidos pelo subsecretário do governo, Ramiz Júnior, para quem apresentaram as reivindicações. No momento, também foi entregue um documento com cerca de 3.000 assinaturas da categoria, reforçando as solicitações.

Segundo um dos representantes da manifestação, Rogério Martins, na reunião foram apresentadas as reivindicações de todas as zonas da cidade. “O subsecretário, nos garantiu que o prefeito Arthur Neto, na segunda-feira, vai ter a resposta de todas as nossas reivindicações”.

Ainda conforme o representante dos mototaxista, entre os pedidos apresentados estão o aumento do prazo para se regularizar na função, que iria terminar no próximo dia 6 de outubro. “O prazo era muito curto e nós precisávamos de mais tempo para nos regularizar. Também pedimos mais vagas no curso para mototaxista, que é oferecido pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM).  Vamos aguardar a resposta, enquanto isso estamos liberados para trabalhar normalmente”.

Em nota a Prefeitura de Manaus confirmou que as reivindicações serão levadas  para avaliação do prefeito.

Regulamentação

A licitação oferecida pela Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU)  disponibilizou 3.303 vagas para se regularizar na profissão, 1.890  mototaxista se inscreveram e 1679 estavam aptos a exercer a função.

Entre as exigências necessárias para exercer a função, estão dois anos de habilitação, menos de quatro pontos na carteira nacional de habilitação (CNH), ficha de antecedentes criminais, curso ministrado pelo Detran e documentação pessoal.

Trânsito

De acordo com informações do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans), mais cedo, os manifestantes se concentraram na Alameda do Samba, no bairro Alvorada 1, Zona Centro-Oeste, e na avenidas Brasil, na Compensa, de onde seguiram para a sede do executivo municipal.

A segurança na prefeitura foi reforçada por policias militares e agentes do Manaustrans, estavam apostos para evitar maiores transtornos.

Equipe EM TEMPO Online

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir