Dia a dia

Mototaxista conhecida como ‘Top’ confessa ter matado garota de programa em Manaus

Mototaxista assumiu autoria do crime e alegou ter matado Edjane porque a mesma a ameaçava de morte, meses antes de ocorrer o homicídio – foto: Janailton Falcão

Mototaxista assumiu autoria do crime e alegou ter matado Edjane porque a mesma a ameaçava de morte, meses antes de ocorrer o homicídio – foto: Janailton Falcão

A mototaxista Odith Cristina dos Santos, 35, conhecida como ‘Cris’ ou ‘Top’, confessou ter matado a garota de programa Edjane Barbosa Batista, 25, no dia 13 de novembro de 2015, no Centro. Odith foi presa na tarde da última quinta-feira (10), e apresentada em uma coletiva de imprensa somente ontem, na sede da Delegacia Geral da Polícia Civil, na Zona Oeste.

O delegado titular da Delegacia Especializada de Homicídios e Sequestros (DEHS), Ivo Martins, informou que a mototaxista foi presa, no ponto de mototáxi, onde ela trabalhava, localizado na rua Visconde de Mauá, no Centro. Segundo o delegado, o crime foi motivado por uma desavença entre a vítima e a mototaxista desde de 2013.

“A infratora e a vítima vinham se desentendendo há um tempo. Odith relatou em depoimento que Edjane teria lhe desferido três facadas durante uma briga entre elas ocorrida no ano passado. Desde então, as duas se ameaçavam de morte. Foi então que em novembro do ano passado, a mototaxista cometeu o homicídio”, explicou Martins.

À imprensa, Odith confessou o homicídio e relatou que no dia do crime estava no ponto de mototáxi onde trabalhava quando ouviu a garota de programa comentar com colegas que iria matá-la. “Para me defender, eu fui até a feira da Panair, e aluguei de um amigo, um revólver calibre 38 milímetros por R$ 300. Depois, eu retornei ao Centro e matei Edjane com dois tiros. Eu não me arrependo de ter matado, ela era muito ‘gaita’”, disse.

Odith foi indiciada por homicídio e encaminhada ao Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF), no quilômetro 8 da BR-174 (Manaus – Boa Vista), onde ficará à disposição da Justiça.

Por Bruna Amaral

1 Comment

1 Comment

  1. camila

    17 de março de 2016 at 13:10

    Como é que pode, um ser humano ter coragem de matar um outro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir