Dia a dia

Motociclista atropelado por empresário, na Zona Leste, tem morte cerebral, diz família

Conforme a família, a vítima teve morte cerebral e se encontra em coma no HPS João Lucio - foto: Arthur Castro

Conforme a família, a vítima teve morte cerebral e se encontra em coma no HPS João Lucio – foto: Arthur Castro

Segue internado, em estado grave, Rodrigo Salazar da Silva que sofreu um acidente de trânsito no dia 30 de janeiro deste ano, na avenida Coronel Teixeira, Zona Oeste da cidade. A vítima teve morte cerebral e está em coma no Hospital e Pronto Socorro João Lucio, na Zona Leste.

O acidente envolveu uma motocicleta de placa e caracterizas não informadas, conduzida por Rodrigo e um carro de modelo Nissan de propriedade da TV Amazonas, que não teve a placa divulgada, conduzido pelo empresário da área da comunicação  Ely Freitas Paixão.
A família informou que o empresário não está prestando nenhum tipo de assistência a vítima.

De acordo com o cunhado de Rodrigo, Kleberson Teixeira, que estava na garupa da motocicleta, eles trafegavam na faixa esquerda da via, quando o empresário saiu do condomínio Mediterrâneo, onde ele mora, e fez um retorno na contramão sem dar sinal, ocasionando o acidente, pois não deu tempo para a vítima desviar do veículo.

“A gente estava na faixa esquerda, quando ele saiu do condomínio e fez o retorno na contramão, sem dar  nenhuma sinalização. Foi tudo muito rápido e não deu tempo para Rodrigo desviar. E o carro bateu a gente. No momento do acidente, o empresário não prestou socorro. Ele parou o carro, olhou e depois foi embora”, disse Kleberson Teixeira.

Conforme a família, a vítima teve morte cerebral e se encontra em coma no HPS João Lucio. A reportagem entrou em contato com a assessoria da unidade hospitalar que ficou de enviar uma nota informado o quadro de saúde do paciente, porém até a publicação desta matéria, não recebemos a resposta.

O caso foi registrado no 19° Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde o empresário prestou depoimento e disse à polícia que a culpa do acidente foi do motociclista.

Segundo a polícia, foi realizado um Termo Circunstancial de Ocorrência (TCO), até o final das investigações.

Por equipe EM TEMPO Online

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir