Dia a dia

Morte de menino de 11 anos por ‘engasgamento’ é investigada em Manaus

 

Menino morreu no Hospital Dr. Platão Araújo

A Polícia Civil do Amazonas instaurou inquérito para investigar a morte do menino Franciney Oliveira de Lima, 11, que morreu na tarde de segunda-feira (7), no pronto-socorro Platão Araújo, Zona Leste de Manaus, com característica de estrangulamento. Em depoimento, a mãe da criança, Eliane Oliveira Carvalho, de 32 anos, alegou que o filho estava comendo carne, quando se engasgou, ficou roxo e foi levado à unidade hospitalar, onde acabou morrendo. A Polícia aguarda o laudo necroscópico do menino, para verificar as causas reais da morte.

Segundo a delegada Juliana Tuma, da Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (Depca), a mãe da criança e mais três pessoas, que estavam na casa no momento em que a criança engasgou, prestaram depoimento na delegacia e afirmaram que a criança comia carne, quando se engasgou.

“Nós ouvimos a mãe e os três familiares separadamente, não deixamos eles se aproximarem um do outro na delegacia e todos deram a mesma versão da mãe, confirmando que o menino se engasgou com carne. Verificamos com o IML (Instituto Médico Legal) que a criança deu entrada no local toda roxa, mas precisamos verificar se ele estava roxo o corpo todo ou se havia marca de esganadura”, informou.

A delegada disse ainda que a Polícia aguarda o laudo. A mãe do menino foi liberada ao prestar depoimento.

Ana Sena
EM TEMPO

Leia mais:

Adolescente de 17 anos é morto a tiros após perseguir assaltantes na Colônia Terra Nova

Escola sem partido? Alunos de Colégio da PM em Manaus chamam Bolsonaro de ‘salvador da nação’

Dona de casa desaparece após visitar amiga na Zona Norte

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir