Sem categoria

Moradores do Prosamim na Zona Sul protestam por falta d’água

Os moradores prometem voltar a protestar às 17h de hoje- foto: Ione Moreno

Os moradores prometem voltar a protestar às 17h de hoje- fotos: Ione Moreno

Um grupo de moradores dos conjuntos Cajual 1 e 2, do Programa Social do Igarapés de Manaus (Prosamim), nos bairros Santa Luzia e Morro da Liberdade, na Zona Sul de Manaus, fecharam a rua São João e atearam fogo em colchões e pedaços de madeira na manhã desta segunda-feira (3) em protesto pela falta de abastecimento de água no local.

Eles prometem voltar a protestar às 17h de hoje.

 

Conforme os habitantes do local, mesmo sem o fornecimento de água regular, as contas chegam todos os meses e cada vez com um valor elevado.

 

Conforme a autônoma Francilene dos Santos Oliveira, 27, quando as famílias receberam os apartamentos, o programa social responsável pelo cadastro informou que as contas de água e energia teriam os valores taxados em R$ 55, o que aconteceu somente no primeiro mês.

“Quando eu me mudei para cá, nem havia consumido nada ainda, mas já havia conta para pagar. Em seguida chegou uma conta com o valor de R$ 227 e, desde então, só têm aumentado, desabafou Francilene. “Não queremos nada de graça, apenas queremos pagar o que é justo”, enfatizou a moradora.

“Não queremos nada de graça, apenas queremos pagar o que é justo”

“Não queremos nada de graça, apenas queremos pagar o que é justo”

Os moradores do Cajual 2, localizado no bairro Santa Luzia, disseram ainda que a única caixa d’água que abastece o dois residenciais fica localizado no Morro da Liberdade e que, devido a pouca quantidade do líquido para toda a comunidade, “os habitantes do Morro fecham a torneira”, deixando as famílias desprovidas durante todo o dia.

Para poder realizar os trabalhos básicos do dia-a-dia, os moradores recorrem a um poço artesiano que fica em um posto de gasolina, nas proximidades.

Por Conceição Melquíades

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir