Sem categoria

Moradores do Cacau Pirera reivindicam melhorias na infraestrutura do local

Os manifestantes atearam fogo em pneus velhos, o que causou um grande engarrafamento - foto: divulgação

Os manifestantes atearam fogo em pneus velhos, o que causou um grande engarrafamento – fotos: divulgação

Um grupo de moradores do Cacau Pirera realizou na manhã desta terça-feira (1º) uma manifestação para reivindicar da prefeitura de Iranduba (a 27 quilômetros de Manaus) melhorias na infraestrutura do distrito, que está com diversos problemas.

O protesto teve início por volta das 12h, quando a população interditou a estrada Manoel Urbano (AM-070), logo após a ponte Rio Negro, com pedaços de madeira e pneus velhos, nos quais atearam fogo, causando um grande congestionamento de carros e caminhões que tentavam passar pela via.

manifestação_-2

Segundo um dos líderes da Associação de Moradores do Cacau Pirera, Raimundo Matos, 22, a situação é grave no local há muito tempo. “Quem passa pode ver o quanto as ruas estão esburacadas. Já são três anos que tentamos conversar com as autoridades locais, mas não somos ouvidos, não conseguimos retorno”, reclamou.

Raimundo criticou a postura da atual prefeita do Iranduba, Maria Madalena de Jesus (PSDB), a ‘Madá’, que está há quatro meses no poder, após o afastamento de Xinaik Medeiros, por corrução.

“Ela passa por aqui, é moradora do local e não nos responde quando pedimos ajuda. Já tentamos diversas vezes contato. A manifestação foi à forma que encontramos para finalmente conseguir atenção”.

No local, quatro viaturas da Polícia Militar e uma do Corpo de Bombeiros estiveram presentes junto aos manifestantes, mas mantiveram-se observando, enquanto a população protestava. “Eles não nos atacaram, apenas chegaram e conversaram com a gente”, disse Raimundo.

manifestacao-3-divulg

O secretario de Infraestrutura de Iranduba, Francisco Manoel de Abreu, defendeu a prefeita Maria Madalena, afirmando que muito dos problemas que o município enfrenta atualmente se devem à gestão passada, e reconheceu como legítimas as reivindicações dos moradores.

“A população tem razão em protestar, isso é um ponto, mas a nova gestão não tem culpa nas coisas que estão acontecendo. A prefeita está trabalhando sem documentos e tentando melhorar a situação dessas estradas. Alias, a partir de amanhã, estamos iniciando o projeto tapa buraco”, argumentou.

A Polícia Militar estima que cerca de 150 manifestantes, entre moradores do distrito, mototaxistas e taxistas estiveram na manifestação, que se manteve pacifica durante todo seu andamento, até por volta das 14h.

Por Daniel Prestes

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir