Dia a dia

Moradores denunciam ação da Polícia Militar em invasão do ‘Melhor Viver’

Cerca de 85 famílias da invasão ‘Melhor Viver’, localizada no ramal do Pescador, na estrada do Puraquequara, Zona Leste de Manaus, denunciaram que estavam sendo ameaçados por policiais do Batalhão Ambiental (BPAmb) para que deixassem a área na manhã desta sexta-feira (5).

Os moradores, que estão no local há três meses, disseram que os policiais militares chegaram à invasão sem mandado de reintegração de posse, e agiram com truculência. Houve um disparo de arma de fogo no meio da confusão. Dois tratores derrubaram vários barracos de madeira construídos no terreno.

A dona de casa Jucimara Ramos Mesquita contou um empresário local já vinha brigando pelas terras, entretanto, até o momento,  não apresentou nenhuma documentação comprovando que a área seja de sua propriedade.

“Eles chegaram sem documentação, expulsando a gente de casa. Isso aqui é área devoluta, não tem dono. Tem um empresário está de olho no terreno e quer nos obrigar a deixar, então deve ter denunciado. Só ele tem interesse aqui”, disse a dona de casa.

De acordo com o tenente Libório, da Polícia Militar,  a ação aconteceu por conta de uma denúncia de que estava acontecendo crime ambiental no local, entretanto após tumulto, a equipe do BPAmb solicitou apoio da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam)  e a 28ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom).

“Viemos orientar  a  população por causa de denúncias de que palmeiras e buritizeiros estavam sendo derrubados. Como o clima se exaltou e a equipe ouviu um disparo de arma de fogo, por isso foi solicitado apoio”, explicou o tenente do BPAmb.

Por equipe EM TEMPO Online

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir