Dia a dia

Moradores da Zona Norte fecham rua e reivindicam por asfalto e iluminação pública

Moradores da rua Santa Marta no Loteamento Rio Piorini fecharam a via com pneus e pedaços de madeira - foto: Arquivo Pessoal

Moradores da rua Santa Marta no Loteamento Rio Piorini fecharam a via com pneus e pedaços de madeira – foto: Arquivo Pessoal

Moradores do loteamento Rio Piorini, na Zona Norte, fecharam a rua Santa Marta, nesta quinta-feira (1º), como forma de protesto para reivindicar melhorias para o asfaltamento e iluminação pública da via. Os populares da área afirmam que enfrentam buracos e falta de lâmpadas nos postes há quase um ano.

De acordo com o morador Diego Willkerson, diante dos problemas, as pessoas da área fecharam a rua Santa Marta com pneus e pedaços de madeira a fim de chamar atenção das autoridades competentes. “Como a via é principal, por volta de 16h em diante, tem muita passagem de carros e rotas. Resolvemos fechar a rua para mostrar a necessidade de se ter asfalto e também iluminação na área”, explicou.

A rua Santa Marta fica atrás do Complexo de Treinamento de Direção Veicular, do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM). Na área, há duas instituições de educação: a Escola Estadual Tempo Integral Rafael Henrique Pinheiro dos Santos e também a Escola Municipal Olga Gutmann Benario. A moradora Dayane Gomes afirma que a via está cada vez mais perigosa. “À noite, com a falta de iluminação, o número de assaltos aumentou na região. E os alunos das escolas acabam por sofrer também com isso”, declarou.

Sobre as reclamações, a Secretaria Municipal de infraestrutura (Seminf) destacou, em nota, que já está com ações de infraestrutura no Rio Piorini. Nesta quinta-feira, eles estão com equipes nas ruas Salvador e Fortaleza, e na próxima semana vão iniciar um trabalho de implantação de 120 metros de drenagem profunda na rua Salvador.

A Seminf destaca ainda que recentemente realizaram serviços nas ruas Perimetral e na Crateus, onde foram executadas também a instalação de uma drenagem profunda de 150 metros. E que a rua Santa Marta já consta no cronograma da secretaria para receber os serviços nesta primeira quinzena de setembro.

Por Manoela Moura

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir