Sem categoria

Moradores da Arthur Bernardes protestam contra atraso em aluguel social e interditam ponte no São Jorge

Com cartazes e gritos de ordem, eles atearam fogo em pedaços de madeira no meio da rua - foto: Asafe Augusto

Com cartazes e gritos de ordem, eles atearam fogo em pedaços de madeira no meio da rua – foto: Asafe Augusto

Um grupo de moradores da comunidade Arthur Bernardes interditou a ponte do São Jorge, na Zona Oeste de Manaus, na manhã desta quinta-feira (9), reivindicando a construção das moradias e questionando o atraso no pagamento do aluguel social feito pelo governo do Estado.

Com cartazes e gritos de ordem, eles atearam fogo em pedaços de madeira no meio da rua. O trânsito ficou congestionado no local.

Os moradores perderam as casas (todas de madeira), em um incêndio, ocorrido no ano de 2012.

“Já estamos há mais de três anos nessa situação, só temos promessa de moradias. Queremos voltar para as nossas casas e sair do aluguel, o qual está atrasado pelo governo. Queremos uma resposta” disse um morador que não quis se identificar.

O um dos líderes da associação dos moradores da comunidade, Leonardo Farias, disse que o grupo pretende ficar no local até receber uma resposta positiva do governo.

“Há muito tempo estamos sendo lesados com atrasos no pagamento do aluguel social, nas indenizações incorretas e fracionadas. A obra que foi prometida, onde seriam construídas 298 moradias, não foi iniciada até agora, e a única coisa que nos falam é que o governo não tem dinheiro. Vamos ficar aqui até temos uma resposta positiva, chega de enrolação” disse líder.

Outa moradora, identificada como Maria Lopes Santana, vive a mesma situação e lamenta o atraso no auxilio social. “Estamos passando por humilhação devido ao atraso do auxílio social e à falta da nossa moradia própria. O governo sequer nos dá uma posição para a solução dos nossos problemas, merecemos uma moradia digna”, reclamou a mulher.

Alguns moradores tentaram derrubar a proteção que cerca a área onde a comunidade residia antes do incêndio.

Policiais militares e homens do Corpo de Bombeiros estavam no local para qualquer eventualidade.

Em nota, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Manaus (SRMM) informou que, essa obra de financiamento do Ministério das Cidades via Caixa Econômica Federal (CEF), vai executar a requalificação urbanística do Igarapé da Cachoeira Grande, entre as avenidas Arthur Bernades e Kako Caminha, bairro São Jorge, Zona centro-oeste da capital.

O comunicado acrescentou que de acordo com informações da Caixa Econômica fornecidas no mês de abril, as alterações do projeto foram enviadas para análise do Ministério das Cidades e a previsão é para que até o fim desse semestre as obras sejam retomadas.

Já a Superintendência de Habitação do Amazonas (Suhab) informou que os pagamentos do Bolsa Moradia Transitória foram liberados hoje, pela SEFAZ e até a próxima terça-feira (14) , estará sendo creditado na conta dos beneficiários.

Por Mara Magalhães

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir