Sem categoria

Mocidade Independente de Aparecida sofre ameaça virtual de depredação em galpão

dois policias foram local averiguar se havia algo de errado no galpão, citando que havia uma ameaça de invasão na área por parte de outras escolas - foto: divulgação

dois policias foram local averiguar se havia algo de errado no galpão, citando que havia uma ameaça de invasão na área por parte de outras escolas – foto: divulgação

Algumas ameaças virtuais de invasão com o objetivo de destruir as alegorias do galpão da Mocidade Independente de Aparecida, localizado na Cidade do Samba, ao lado do Centro de Convenções Sambódromo, no bairro Flores, forçou a ida de dois policiais armados ao local. O boato se espalhou pelas redes sociais e pelo Whastapp na manhã desta quinta-feira (5).

O carnavalesco da aparecida Saulo Borges não sabe de onde partiram os boatos, mas garantiu que nada aconteceu. “Tomamos conhecimento das ameaças pelas redes sociais. A mensagem dizia que a Aparecida estava pronta e que as outras escolas não estavam, por isso iriam ‘quebrar tudo’.  A mensagem voou, mas não sei de onde partiu esse boato. Aí a polícia veio aqui. Pessoal até brincou porque os policiais vieram com metralhadoras”, disse.

Borges ainda disse que seria difícil o vandalismo partir de alguma escola. “A gente não acredita que outras escolas seriam capazes de fazer isso porque nossa relação é amistosa. A disputa é só na avenida depois da linha amarela, dentro do sambódromo. Todas as escolas se dão bem umas com as outras”, declarou Saulo.

“Se a escola está pronta é porque nós entramos no barracão em novembro. Fazemos reaproveitamento de material que sobra em anos anteriores. Em relação as verbas, todos recebem igual. Aliás, a deste ano ninguém recebeu ainda. O que temos de material novo foi todo comprado ‘fiado’ e só conseguimos porque a escola tem crédito ”, explicou Borges.

Por Joandres Xavier

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir