Mundo

Missão internacional da Unasul acompanha eleições parlamentares na Venezuela

A tarefa da missão é observar o trabalho dos membros do conselho e o comportamento dos eleitores. “A missão não trata de interferir nos locais. O que fazemos é anotar os dados das mesas de votação”, disse Ortuño. foto: divulgação.

A tarefa da missão é observar o trabalho dos membros do conselho e o comportamento dos eleitores. “A missão não trata de interferir nos locais. O que fazemos é anotar os dados das mesas de votação”, disse Ortuño. foto: divulgação.

A missão de acompanhamento eleitoral da União de Nações Sul Americanas (Unasul) observou de perto, desde as primeiras horas deste domingo (6), no oeste de Caracas, a votação das eleições legislativas venezuelanas.

De acordo com um membro do bloco sul-americano da missão, o boliviano Armando Ortuño, as visitas passaram pela escola Miguel Antonio Caro e pelos locais de votação na paróquia 23 de Janeiro.

A tarefa da missão é observar o trabalho dos membros do conselho e o comportamento dos eleitores. “A missão não trata de interferir nos locais. O que fazemos é anotar os dados das mesas de votação”, disse Ortuño

A missão internacional de acompanhamento eleitoral da Unasul apresentará 13 relatórios sobre as eleições de hoje. Um relatório preliminar será entregue ao Conselho Nacional Eleitoral amanhã (07) para fazer uma avaliação qualitativa das eleições. Prevê-se que a missão da Unasul apresente o relatório final sobre o processo eleitoral em 15 dias.

Quase 20 milhões de venezuelanos estão indo às urnas para escolher os 167 membros da Assembleia Nacional. Segundo pesquisa divulgada em novembro pelo instituto Datanalisis, 63,2% dos eleitores têm intenção de votar na oposição, enquanto 28,2% devem escolher os candidatos do governo. É a primeira vez em 16 anos que o governo chavista não tem a maioria dos votos em eleições legislativas.

 

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir