Dia a dia

Ministro da justiça faz vistoria no aeroporto Eduardo Gomes

Ministro Alexandre de Morais vistoria ações do Grupo de Bombas e Explosivos (GBE) da Polícia Federal, que vai atuar no aeroporto internacional de Manaus com robôs kamikazes - foto: Ricardo Oliveira

Ministro Alexandre de Morais vistoria ações do Grupo de Bombas e Explosivos (GBE) da Polícia Federal, que vai atuar no aeroporto internacional de Manaus com robôs kamikazes – foto: Ricardo Oliveira

O ministro da Justiça e Cidadania, Alexandre de Morais, vistoriou as instalações do aeroporto internacional Eduardo Gomes, em Manaus, na tarde de ontem. A visita aconteceu dois dias antes da primeira partida válida pelos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, entre Suécia e Colômbia, na Arena da Amazônia.

Na ocasião, a superintendência regional da Polícia Federal apresentou procedimentos de segurança que serão utilizados no decorrer da competição. Foram feitas demonstrações do Grupo de Bombas e Explosivos (GBE) com a utilização de robô e cão farejador. Ao final, o ministro e as autoridades de segurança locais falaram rapidamente com a imprensa.

“Com essa apresentação queremos mostrar que estamos prontos para a Olimpíada. Trabalhamos integrados nos três eixos: segurança, inteligência e defesa”, afirmou o secretário de Segurança do Amazonas, Sérgio Fontes.

O superintendente da Polícia Federal no Estado, Marcelo Resende, garantiu que a demonstração da tarde de ontem foi apenas uma pequena parcela do que será utilizado nos Jogos. “Nós temos muito trabalho sendo realizado de forma integrada entre os órgãos de defesa. Posso afirmar que os Jogos em Manaus serão os melhores em questão de segurança”, garantiu.

“Em todas as cidades que acontecerão atividades olímpicas podemos conferir a excelência na preparação. O Brasil terá o que há de mais moderno no mundo em matéria de detecção, de prevenção e, se preciso for, de intervenção. Além de garantir a segurança de quem comparecer aos jogos, toda essa estrutura ficará como legado para o país”, comemorou o ministro Alexandre de Morais.

Sistema inovador

Ainda durante a entrevista coletiva, foi apresentado o Alethia, sistema de identificação de digitais que consegue acessar o banco de dados da Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol) em apenas três segundos. Caso a pessoa submetida ao teste tenha alguma pendência com a entidade, o sensor aciona a polícia.

“A velocidade do teste garante que o atendimento aos demais passageiros não seja prejudicada. São apenas 3 segundos”, explicou Marcelo Resende. “É uma checagem importante. Na semana passada, tivemos a primeira aplicação prática desse sistema. Um cidadão do Qatar, que vinha do Reino Unido, fez o teste e surgiu um mandado de prisão da Justiça britânica. Ele foi detido e deportado”, explicou o ministro.

Alarme falso

Enquanto esperavam a chegada do ministro, a presença de uma mala vermelha à esquerda do balcão de informações chamou a atenção das equipes de reportagem presentes ao local. A segurança do aeroporto foi acionada e o local foi isolado. No entanto, instantes depois, um rapaz apareceu e se apresentou como dono da mala.

‘Estamos prontos’, diz governo

Com a entrega do conjunto de instalações na Arena da Amazônia e a ativação do Sistema Integrado de Comando e Controle de Segurança, o governo do Amazonas cumpriu com todas as obrigações protocolares assumidas com o Comitê Rio 2016 na Matriz de Responsabilidade e no Caderno de Encargos para a realização das seis partidas do Torneio Olímpico de Futebol em Manaus.

Com a chegada das delegações no último sábado, dia 30 de julho, a operação Jogos Olímpicos Manaus 2016 já é realidade, envolvendo cerca de 50 órgãos que atuam integrados para garantir a segurança e a organização do evento.

De acordo com coordenador estadual do Comitê Manaus 2016, Mário Aufiero, com as entregas concluídas, na última quinta-feira, dia 28 de julho, o governo fechou o ciclo de planejamento e já está na execução da operação Jogos Olímpicos, com cerca de 5 mil servidores (apenas do Estado) das mais diversas áreas, envolvidos nas ações. “O governador José Melo não mediu esforços por acreditar no retorno que a visibilidade dos Jogos Olímpicos pode proporcionar”, garantiu.

Por Fred Santana

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir