Holofotes

Miley Cyrus diz que primeiro relacionamento foi com uma mulher

mylei-cirus-reprod

A artista se considera neutra em relação à própria sexualidade – foto: reprodução/Facebook

Uma das artistas escolhidas para estar na capa da revista americana ‘Variety’ do mês de outubro, que destaca o empoderamento feminino, Miley Cyrus disse que seu primeiro relacionamento foi com uma mulher e que se considera pansexual.

“Durante toda a minha vida, eu não entendia meu gênero e minha sexualidade”, afirmou a cantora e atriz à publicação. “Sempre odiei a palavra ‘bissexual’ porque me rotulava. Nunca pensei nas pessoas como sendo homens ou mulheres. Comecei a me entender no sexto ano, quando meu primeiro relacionamento foi com uma garota”, completou.

Miley, no entanto, disse que demorou para ter o apoio de sua família. Ela contou que a mãe tinha sido uma típica garota dos anos 1980, com cabelos grandes e muito feminina, muito diferente dela.

Apesar dos confrontos familiares, a cantora disse que sempre foi otimista e sabia que um dia sua família compreenderia ela não ser a garota que todos esperavam.

“Cresci em uma família muito religiosa. Mesmo nessa época, quando meus pais não me compreendiam, eu sabia que um dia eles iam entender”, declarou.

Quanto a se descobrir como pansexual, Miley disse que nunca tinha encontrado outras pessoas que pensassem como ela. Mas tudo mudou quando frequentou encontros para jovens LGBTQ nos EUA. “Lá eu conheci uma pessoa que não se identificava como masculina ou feminina. E eu me vi nessa pessoa mais do que em qualquer outra em toda a minha vida”, contou.

“Apesar de as pessoas não me verem assim, eu me sinto muito neutra quanto ao meu gênero. Conforme eu fui me descobrindo mais, então entendi minha sexualidade. Percebi que não me sentia sendo hétero nem gay porque eu não sou”, acrescentou.

A entrevista de Miley à ‘Variety’ tem outros momentos curiosos, como quando ela perdeu um contrato com a rede de supermercados Walmart, que vendia sua linha de roupas.

Segundo a artista, a empresa afirmou que ela teria que escolher entre usar maconha e continuar a vender suas roupas na loja. “E vocês viram o que eu fiz. Escolhi a maconha.”

Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir