Sem categoria

Microempresário é executado com sete tiros na Zona Norte

Uma disputa pelo tráfico de drogas resultou na morte do microempresário José Ribamar da Silva Júnior, 32. Ele foi executado com sete tiros na cabeça, por dois homens armados, que estavam em uma motocicleta, de cor e placa não identificadas. O crime ocorreu por volta das 17h do último sábado (11) na rua Ariramba, bairro Nossa Senhora de Fátima 2, Zona Norte. Segundo a polícia, o crime tem indícios de execução por conta do envolvimento com o tráfico de drogas.

Um investigador da Delegacia Especializada de Homicídios e Sequestros (DEHS) informou à reportagem que a área está marcada por conta de execuções relacionadas ao tráfico. “Os traficantes estão matando seus desafetos e concorrentes. Esta é a segunda morte na mesma rua em menos de cinco dias”, disse.

De acordo com policiais da 26ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), os assassinos chegaram em uma motocicleta, se aproximaram do microempresário e efetuaram mais de dez tiros. “Os dois suspeitos estavam de bermuda, estilo surfista, e capacete. Eles estavam armados e desceram da motocicleta e começaram a atirar na vítima, que não teve tempo para fugir. Foram efetuados mais de dez disparos, mas sete ou oito tiros atingiram a vítima. Ele morreu no local”, disse um policial militar que preferiu não revelar sua identidade.

Consta no site do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) que José Ribamar cumpria liberdade provisória desde o mês de agosto de 2014, pelo crime de tráfico de drogas. Ele respondia, ainda, a um crime pelo porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.

O caso foi registrado na delegacia especializada de homicídios e testemunhas foram notificadas a prestar depoimento. Até o fechamento desta edição os suspeitos do crime não haviam sido identificados pela polícia.

Por Thaís Gama

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir