Esportes

Meu pai é honesto e nunca pegou dinheiro algum, diz filha de Blatter

Em meio a acusações de envolvimento no maior escândalo da história do futebol mundial, que desembocou em sua renúncia do cargo de presidente da Fifa, o suíço Joseph Blatter tem sido defendido publicamente por sua filha Corinne Blatter Andenmatten, 54.

Em entrevistas ao jornal suíço “Blick” e ao site RMC Sport, publicadas nesta quarta-feira (3), ela disse que o pai é “honesto” e saiu da Fifa para proteger sua família.

“Sua decisão [pela renúncia] não tem absolutamente nada a ver com as acusações que circulam. Meu pai é um homem honesto que dedicou sua vida ao futebol”, disse Corinne ao jornal suíço.

“Ele está aliviado. Não está feliz, mas está livre. Ele estava sentindo muito peso, pois todo mundo o estava lhe acusando de coisas que não verdade. E isso faz mal. Acima de tudo, ele quer proteger sua família. Seu problema foi que começaram a atacar sua família”, completou Corinne.

Nas entrevistas, ela ressalta que seu pai trabalhou para ganhar o dinheiro que conquistou ao longo de sua trajetória.

“Todo dinheiro que ele ganhou, ele conseguiu trabalhando. Ele é um presidente trabalhador. E é isso que muita gente não entende. Ele trabalha para ter seu dinheiro. É complicado porque as pessoas acusadas são as pessoas com as quais ele teve que trabalhar. Ele não pode escolher, eles são eleitos pelas confederações. Ele não pode ser responsável pelos outros”, concluiu Corinne.

 

Por Folha Press

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir