Sem categoria

“Mereceu morrer porque era gaiato”, diz suspeito de matar adolescente em Manaus

Em depoimento, o suspeito relatou que ele e a vítima eram traficantes "rivais" – foto: Ana Sena

Em depoimento, o suspeito relatou que ele e a vítima eram traficantes “rivais” – foto: Ana Sena

Suspeito de matar a facadas o adolescente Riberth Kelvison Silva Pena, 16, em março de 2014, O peixeiro Aldenei da Silva de Souza, o ‘Neguinho o Peixeiro’, justificou que “ele tinha que morrer porque era gaiato”.

‘Neguinho’ foi preso na tarde deste domingo (26), na avenida Autaz Mirim, bairro São José, Zona Leste. Para policia, ele disse que desferiu um golpe de mata leão na vítima para que seus comparsas Romário Vaz da Silva, 20 (já preso), e Leones Raimundo Ribeiro, 29, ainda foragido esfaqueassem o jovem.

Em depoimento, o suspeito relatou que ele e a vítima eram traficantes “rivais” e por isso Riberth teria tentado matá-lo com um tiro na perna esquerda. Aldenei, porém, conseguiu fugir. “Um mês depois eu chamei meus amigos e fomos matá-lo dentro da casa dele. Eu não me arrependo não porque ele era gaiato e safado, Mereceu morrer”, disse.

A adjunta da Delegacia Especializada de Homicídios e Sequestros (DEHS), Sansha Sodré, informou que o assassinato da vítima foi por vingança, já que o adolescente tentou matar Aldenei. “Várias testemunhas chegaram a ver o Aldenei saindo da casa da vítima com a blusa suja de sangue e com a faca na mão” afirmou a delegada.

O suspeito foi autuado em cumprimento a mandado de prisão pelo crime de homicídio, e após prestar depoimento foi levado à cadeia pública, no Centro.

Por Ana Sena

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir