Economia

Mercado amplia previsão de queda do PIB em 2015, e baixa a de alta em 2016

O PIB brasileiro deve ter queda de 1,35% em 2015, segundo o centro das previsões (mediana) de economistas consultados pelo Banco Central. Há uma semana, esperava-se queda de 1,30%.

As previsões fazem parte do boletim Focus, levantamento feito entre economistas e instituições financeiras realizado pelo Banco Central e divulgado semanalmente.

A expectativa para o PIB em 2016 também caiu. Ele deve ter alta de 0,90%, sendo que há uma semana esperava-se recuperação de 1,00%. É o primeiro ajuste para baixo na expectativa para o PIB de 2016 em cinco semanas.

A perspectiva para a inflação oficial, medida pelo IPCA, teve alta, e foi para 8,79% em 2015. Há uma semana, esperava-se alta de 8,46%.

Para 2016, espera-se alta de 5,50%, a mesma expectativa da semana anterior.

A expectativa para a taxa de juros Selic é de 14% para o ano em 2015, a mesma apontada na semana passada.

Atualmente, a taxa de juros encontra-se em 13,75% ao ano, mas o Banco Central já deu indícios de que a Selic deve sofrer ajustes para cima ainda neste ano.

Para 2016, espera-se uma taxa de juros em 12%, a mesma da semana passada.

A previsão é de que o dólar feche o ano em R$ 3,20, a mesma previsão da semana passada. O dólar comercial fechou a sexta-feira em R$ 3,11 na venda.

A taxa de câmbio deve fechar 2016 em R$ 3,30, também o mesmo patamar esperado na semana passada.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir