Economia

Menor busca por crédito inibe estatísticas de fraudes contra o consumidor

Pesquisa da CNC informa que a proporção de famílias brasileiras endividadas caiu de 65,2% para 63%, entre julho de 2013 e julho deste ano – foto: arquivo EM TEMPO

Na análise dos economistas da Serasa Experian, a queda na busca por financiamentos em bancos e instituições financeiras, assim como na demanda por linhas telefônicas, impactou as tentativas de roubo de identidade – foto: arquivo EM TEMPO

Agosto registrou 175.822 tentativas de roubo de identidade, uma a cada 15,2 segundos no país. Houve, contudo, queda de 2,8% em relação a julho de 2014. Na comparação do acumulado do ano, houve recuo de 6,5% e, em relação a agosto de 2013, também foi registrada queda – desta vez, de 12,2%.

Os dados constam no Indicador Serasa Experian de Tentativas de Fraude – Consumidor, divulgado nesta segunda-feira (22). Nessa modalidade de crime, os dados pessoais de posse dos criminosos são usados para firmar negócios sob falsidade ideológica ou obter crédito sem a intenção de pagar.

De acordo com economistas da Serasa Experian, a queda na busca por crédito nos bancos e instituições financeiras, bem como a menor demanda por linhas telefônicas, se refletiu nas tentativas de fraude.

A telefonia respondeu por 62.092 registros, totalizando 35,3% do total de tentativas realizadas em agosto de 2014, queda em relação aos 46,8% registrados pelo setor no mesmo mês de 2013.

Já o setor de serviços – que inclui construtoras, imobiliárias, seguradoras e serviços em geral (salões de beleza, pacotes turísticos etc.) – teve 58.240 registros, equivalente a 33,1% do total. No mesmo período no ano passado, este setor respondeu por 27,3% das ocorrências.

O setor bancário é o terceiro do ranking de registros em agosto de 2014, com 38.559 tentativas, 21,9% do total. No mesmo período de 2013, o setor respondeu por 17,4% dos casos.

O segmento varejo teve 13.804 tentativas de fraude, registrando 7,9% das investidas contra o consumidor em agosto de 2014, alta em relação aos 6,7% observados em agosto de 2013. O ranking de tentativas de fraude de agosto de 2014 é composto ainda por demais segmentos (1,8%).

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir