Sem categoria

Menino de 6 anos engole moeda em Parintins e virá a Manaus retirar objeto

Igles foi atendido na emergência do Hospital Regional Jofre Cohen onde foi submetido a vários exames - foto: Roberto Carlos

Igles foi atendido na emergência do Hospital Regional Jofre Cohen onde foi submetido a vários exames – foto: Roberto Carlos

Depois de engolir uma moeda de R$ 0,5 centavos, que ainda não foi removida, o garoto Igles Júnior, 6, deverá ser transferido nesta quinta-feira (7) para Manaus. O incidente ocorreu enquanto o garoto brincava com a irmã na última terça-feira (5) em sua residência localizada no bairro da União, Zona Sul do município de Parintins (distante 369 quilômetros da Capital).

Igles foi atendido na emergência do Hospital Regional Jofre Cohen onde foi submetido a vários exames. Os médicos que o atenderam não conseguiram remover a moeda que está em sua garganta. A diretora do Hospital Regional, Rainêz Rocha, disse que o estado de saúde do menino é estável.

Ele respira sem ajuda de aparelhos e está se alimentando normalmente, sem ajuda de sonda. “A demora de sua transferência para Manaus se deu em razão da falta de vagas nas companhias áreas que atendem a nossa cidade, mas ele segue hoje em lancha e com orientação médica”, afirmou a diretora.

Segundo a diretora, a secretaria de Saúde do município tomou todas as providencias para  a remoção do garoto para capital juntamente com os seus pais. “Inclusive, ele segue com encaminhamento médico e já estamos providenciando sua permanência num dos hospitais em Manaus”.

O pai do garoto, o senhor Igles dos Santos Soares está bastante apreensivo com o estado de saúde do filho. Ele aproveitou para fazer um alerta aos pais. “A gente pensa que isso nunca vai acontecer em nossa família e de repente temos um problema dessa natureza, então eu quero chamar atenção dos pais para que tenham muita atenção com os seus filhos para evitar situações como essa que meu filho está vivenciando”, disse o pai.

Por Tadeu de Souza

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir