Dia a dia

Melo discute combate ao tráfico de drogas nas fronteiras do AM

A reunião aconteceu na sede do Governo do Amazonas, bairro Compensa, Zona Oeste de Manaus- fotos: Joel Arthus/Secom

O combate ao tráfico de drogas ainda na fronteira e a troca de experiências no setor de segurança pública foram as principais pautas tratadas pelo governador do Amazonas, professor José Melo, e os membros da delegação de oficiais do Peru, que se reuniram na tarde desta segunda-feira (6), na sede do Governo do Amazonas, bairro Compensa, Zona Oeste de Manaus.

A delegação peruana foi composta pelo diretor do Departamento Nacional Antidrogas, general Loayza, o chefe nacional da Perícia Técnica Antidrogas, coronel Carmen Sandoval, o chefe da Inteligência Antidrogas, Miguel Palma e o delegado da Policia Federal do Peru, Marcos Faria. Representando o Amazonas, além do governador, participaram da reunião o secretário de Estado de Segurança Pública (SSP-AM), Sérgio Fontes, o delegado executivo regional da Policia Federal do Amazonas, Richard Macedo e o também delegado federal Caio Avanço.

Nos últimos dois anos foram apreendidas mais de 21 toneladas de drogas no AM

Durante o encontro, o governador José Melo reforçou que a parceria diplomática com países vizinhos deve fortalecer o trabalho da segurança pública em relação aos problemas nas fronteiras. O encontro serviu para ampliar os acordos de cooperação e o combate aos problemas fronteiriços entre os dois países.

“É fundamental esse relacionamento diplomático que o Brasil está tendo com os países onde se produzem mais de 90% da cocaína que o mundo consome, no caso do Peru, Colômbia e Bolívia. Em nosso Estado, cerca de 90% das ocorrências policiais tem a ver com o tráfico de drogas, mas se com uma ação conjunta contermos as drogas na fronteira com o aparato policial que temos, vamos dar um grande avanço na segurança pública”, afirmou o governador.

Vale lembrar que nos últimos dois anos, foram apreendidas mais de 21 toneladas de drogas no Estado, fruto de ações conjuntas das forças de segurança pública, número que supera os últimos 20 anos de apreensões. Além do Peru, o Amazonas já tem em andamento tratativas para o combate ao tráfico de drogas nas fronteiras com a Colômbia e a Bolívia.

 

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir