Política

Melo critica ausência de Dilma Rousseff após reunião com governadores em Brasília

jose-melo

O governador José Melo (Pros) criticou na manhã desta sexta-feira (22) que sentiu “falta da outra parte” durante a reunião com governadores de outros estados realizada esta semana em Brasília. O chefe do executivo estadual referiu-se a ausência do governo federal durante o evento.

“Essa crise não se vence só com o Congresso Nacional, governadores e prefeitos. Precisa-se da união de todos e para isso seria fundamental a participação da presidente Dilma Rousseff (PT) na reunião”, pontuou.

O comentário foi feito durante a solenidade de abertura do primeiro seminário Intermunicipal de Modernização Administrativa e Gestão Pública Compartilhada, realizada no auditório do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM).

Melo comentou ainda que o Brasil vive uma crise institucional e que precisa ser vencida. “Ninguém investe em um país que vive uma insegurança institucional, sobretudo, na aplicabilidade dos recursos. Eles [investidores] precisam de um retorno para ter segurança ao investirem”, declarou.

O governador justificou também o cancelamento da vinda da presidente a Manaus e comentou que por ‘conflitos na agenda’, uma viagem para o México, Dilma não poderia se fazer presente na inauguração da ampliação do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes e o primeiro trecho-teste da infovia do programa ‘Amazônia Conectada’. Melo disse ainda que falou ao telefone com a chefe do executivo federal e as inaugurações seriam marcadas para outra data com a presença da mesma.

Seminário

O seminário é realizado pela Secretaria Extraordinária de Relações Institucionais do (TCE), com a presença de prefeitos e autoridades do legislativo, executivo e judiciário.

Para auxiliar as prefeituras, o governo do Estado planeja criar este ano um escritório de gestão de projetos com a missão de prestar orientação técnica, reduzir falhas na prestação de contas e diversificar as fontes de captação de recursos para investimentos. A iniciativa é direcionada aos gestores municipais e contará com orientações em áreas jurídicas, execução fiscal, prestação de contas e gestão pública.

Coari

Durante a solenidade o secretário geral de controle externo do TCE-AM, Pedro Augusto Oliveira, informou que no inicio de maio realizou uma visita ao município de Coari (a 363 quilômetros de Manaus).

Oliveira pontou que a visita foi para orientar o novo prefeito, uma vez que o munícipio passou por várias administrações corriqueiras. “Foram feitas orientações à nova administração para que posteriormente quando houver a inspeção do órgão, possa se ter êxito no controle interno de gastos destinados às secretarias”, disse.

O secretário informou ainda que nenhuma administração de Coari apresentou relatórios ou qualquer arquivo que demostre a aplicabilidade de recursos municipais, estaduais e até federais. A inspeção no município será realizada ainda este mês.

Na ocasião o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado estadual Josué Neto (PSD), reconheceu o momento de dificuldade econômica pelo qual passa o Brasil e disse que a Casa trabalha por meio da Diretoria do Centro de Cooperação Técnica ao Interior (Ccoti) para ampliar as ações das câmaras municipais.

“O nosso Centro de Cooperação Técnica é um trabalho entre os legislativos. Um acordo de cooperação, principalmente, nas questões jurídicas e técnicas legislativas, o que reflete na melhoria da gestão pública nos municípios”, destacou

 

Por Mairkon Castro (especial EM TEMPO Online)

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir