Esportes

Mayana Kellen quer vencer e manter título de ‘Rainha da Selva’

Mayana Kellem está confiante de que o posto de Rainha da Selva não sai do Estado do Amazonas- foto: Alberto César Araújo

Mayana Kellem está confiante de que o posto de Rainha da Selva não sai do Estado do Amazonas- foto: Alberto César Araújo

Rainha da Selva, esse título ninguém tirará da atleta Mayana Kellen, porém, seu novo desafio é conquistar o cinturão do Rei da Selva Combat. Após triturar suas adversárias locais, a lutadora da Show Time terá pela frente a rondoniense, radicada na Paraíba, Juh Moura. Nesse combate, Mayana entra no octógono atrás da sua terceira vitória. Segundo a lutadora, sua preparação foi bem feita e ele vai lutar até o final para sair com mais um resultado positivo na carreira.

“Estou vindo bem forte. Meus treinamentos não param. Não me preparo apenas para um combate, mas para o meu futuro. A expectativa que tenho para essa luta é de fazer minha melhor exibição. Esse cinturão pertence à selva e vai continuar na selva. Vou brigar até a ultima gota de suor para isso. Não preciso de sorte, apenas tenho que fazer o que estou treinando. Quem vai precisar de sorte é minha adversária. Quero representar meu Estado bem. Mostrar que somos guerreiros e buscar abrir espaço em outras competições nacionais”, disse Kellen.

Nas duas lutas que disputou, Mayana nocauteou suas adversárias. Nesse confronto, a atleta que é treinada pelo Mestre Cristiano Carioca espera mostrar seu forte jogo de chão.

“Não consegui desenvolver as técnicas que tenho, porque sempre acabei rápido as lutas. Não mostrei o meu chão, mas estou preparada para o que acontecer na hora da luta. Vou fazer o que treino”, concluiu Mayana.

A desafiante de Mayana vem do Nordeste. Aos 32 anos, Juh Moura, atleta da Nova União, fará a sua estréia na região Norte e logo de cara, disputará o cinturão do Rei da Selva. A lutadora é natural de Porto Velho (RO), mas reside em João Pessoa há 13 anos. Seu primeiro contato com o mundo das lutas aconteceu graças ao seu marido, que é professor de jiu-jitsu. A partir desse momento, a arte suave sempre esteve presente em sua vida.

“Sempre fui ‘brigona’ e gostei desse meio desde pequena, mas meu primeiro contato com lutas, foi através do meu esposo. Começamos a namorar, dai então casamos, e o jiu-jitsu sempre presente em nossas vidas. Minha primeira luta de MMA foi meio que na brincadeira. Ele perguntou se tinha vontade de lutar e respondi que sim. Com menos de 1 mês de treino, fiz minha primeira luta profissional”, revelou a lutadora que pratica a modalidade há um ano e meio.
Sobre a estratégia de luta, Juh Moura faz mistério. Segundo a atleta, a única coisa que pode revelar é que dará um espetáculo para o publico que estiver presente na quadra a Aparecida no próximo dia 20.

“Não vou revelar qual a minha estratégia de luta. Normalmente não procuro saber muita coisa, mas o que já me falaram que ela é boa no chão. Apenas isso. Só sei que vai ser um espetáculo de luta. Manaus me conhecerá e jamais me esquecerá, garanto”, frisou Moura.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir