Mundo

Maternidade apoiada pela ONG Save the Children é bombardeada na Síria

Diversos hospitais em zonas rebeldes da Síria sofreram bombardeios aéreos do governo, em particular em Idleb e Aleppo - foto: reprodução/internet

Diversos hospitais em zonas rebeldes da Síria sofreram bombardeios aéreos do governo, em particular em Idleb e Aleppo – foto: reprodução/internet

Uma maternidade mantida pela Save the Children foi bombardeada na província síria de Idleb, em área controlada por grupos rebeldes, informou a ONG.

O Observatório Sírios dos Direitos Humanos (OSDH), baseado no Reino Unido, por sua vez, informou que os ataques aéreos também atingiram um prédio na vila de Kafar Takharim, na parte rural da província, nesta sexta-feira (29).

O porta-voz da ONG relatou que os ataques provocaram mortes, mas não informou o número de mortes. O hospital, inaugurado em 2014, atendia cerca de mil pessoas e era o único na região dentro de um raio de 70 km.

O OSDH não informou se os bombardeios foram realizados por aviões do regime sírio ou da Rússia. Diversos hospitais em zonas rebeldes da Síria sofreram bombardeios aéreos do governo, em particular em Idleb e Aleppo.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir