Sem categoria

Marco Aurélio Choy é eleito novo presidente da OAB no Amazonas

Choy é o novo presidente da OAB-AM com 1138 votos - foto: divulgação

Choy é o novo presidente da OAB-AM com 1138 votos – foto: divulgação

Com uma diferença de apenas 104 votos para o segundo colocado, a chapa “Unidos Pela Advocacia para Avançar Mais”, encabeçada por Marco Aurélio Choy, venceu as eleições para a Ordem dos Advogados do Brasil, secção Amazonas (OAB-AM), para o triênio 2016-2018.

A eleição aconteceu durante todo o dia de ontem e o resultado foi proclamando na noite dessa sexta-feira (27), por volta das 19h. A rapidez foi possível devido à votação ter sido em urna eletrônica.

A chapa vencedora recebeu um total de 1.138 votos, contra 1.034 da chapa “Muda OAB – Aliança”, liderada pelo advogado Jean Cleuter Mendonça. A chapa “OAB Forte e Renovada”, do advogado criminal e cível Euler Carneiro, recebeu um total de 70 votos. Na totalidade, 25 votos foram anulados e 20 advogados votaram em brancos. Choy ganhou com 52,4% dos votos válidos.

Recepcionado pelos correligionários, o ex-vice-presidente da Ordem foi ovacionado pelas centenas de filiados quando o resultado foi proclamado pela presidente da comissão de votação, Natasja Deschoolmeester.

“Foi uma eleição difícil, onde os muros da democracia foram rompidos e houve uma participação muito estranha de poderes estranhos à advocacia interferindo no processo eleitoral da OAB. Mas a advocacia respondeu e vencemos esta eleição com ampla maioria”, desabafou Choy.

Segundo o presidente eleito, o desafio agora é liderar a instituição para todos os advogados filiados, não apenas para os que nele votaram. “Vamos administrar a OAB com união. Não seremos apenas a OAB dos nossos eleitores, mas a Ordem de todos os advogados. Seremos a Ordem da sociedade amazonense, que acompanhou de perto o nosso trabalho”, concluiu.

Já para o advogado Jean Cleuter, segundo colocado no pleito, o sentimento é que a vitória poderia ter sido alcançada. “Nosso sentimento é que a advocacia ficou dividida, apenas com 5% de diferença, e mostra que precisamos rever a atual administração, mas desejamos que ela obtenha sucesso”, finalizou.

Segundo a presidente da comissão eleitoral da OAB, Natasja Deschoolmeester, a votação, que começou ainda na manhã de ontem, se estendendo durante o dia inteiro, ocorreu sem nenhum registro de incidente. Apenas uma urna teve que ser substituída e os votos tiveram que ser
feitos manualmente.

“Ocorreu tudo dentro da normalidade, trabalhamos com urnas eletrônicas, que trouxeram mais segurança e rapidez na apuração. Teve apenas 148 votos manuais, que foram de advogados que não estavam na lista de votação, mas que se regularizaram a tempo de votar”, afirmou Natasja.

Votação

Durante todo o dia, a eleição para a presidência da OAB-AM foi bastante intensa, com boca de urna em frente à sede da instituição, na avenida Umberto Calderaro, Parque 10, Zona Centro-Sul, e muita movimentação dos apoiadores das três chapas concorrentes.

Para o presidente do órgão, Alberto Simonetti Neto, as eleições representaram a grande festa da democracia da advocacia amazonense. E que embora haja três chapas adversárias, todas elas trabalharam de uma total cordialidade.

Por Stênio Urbano

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir