Esportes

Marcinho diz que decisão de deixar o Vasco partiu dele

Tratado como uma contratação de peso pelo presidente do Vasco, Eurico Miranda, o meia Marcinho veio a público esclarecer detalhes de sua rescisão de contrato, que aconteceu nesta terça-feira em comum acordo. Perseguido pela torcida por não corresponder às expectativas, ele frisou em nota oficial que a decisão partiu dele próprio.

“Venho por meio deste esclarecer a minha saída do Clube de Regatas Vasco da Gama. Como muitos já sabem, ratifico que a decisão de rescindir o contrato partiu de mim. O presidente Eurico foi muito compreensivo e respeitoso comigo desde o início e entendeu os meus motivos. Gostaria de agradecê-lo publicamente pelo tratamento ótimo que recebi durante esses meses em São Januário”, destacou.

Em seguida, Marcinho fez questão de deixar um recado aos seus agora ex-companheiros e membros da comissão técnica.

“Gostaria também de agradecer a todos, em especial à comissão técnica e aos jogadores, um grupo fantástico no qual eu tive o grande prazer em conviver por esses meses, culminando na conquista de um Campeonato Carioca. Chego ao fim desse ciclo com a certeza de que dei o meu melhor e a experiência de ter tido a grande felicidade de ter jogado numa instituição de tamanha grandeza no futebol nacional”, disse.

Além do meia, deixou o Vasco em rescisão amigável o zagueiro Douglas Silva, que está se transferindo para o Joinville. Bernardo, que foi denunciado pela ex-namorada por agressão, está com seu contrato suspenso por tempo indeterminado e também não deverá continuar no clube.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir