País

Marcha da Maconha tem 35 manifestantes detidos em Brasília

Ao todo, 30 adultos e quatro adolescentes que estavam na manifestação foram detidos - foto: divulgação

Ao todo, 30 adultos e quatro adolescentes que estavam na manifestação foram detidos – foto: divulgação

Trinta e cinco pessoas foram detidas na tarde deste sábado (28) em uma operação da Polícia Militar durante a Marcha da Maconha, em Brasília, manifestação que pede a legalização da maconha.

Entre os detidos, 34 foram por porte e uso de drogas e um por suspeita de tráfico, segundo a polícia.

A operação começou por volta das 14h, quando cerca de 150 pessoas se concentravam nos gramados próximos à rodoviária do Plano Piloto, na região central, antes de seguir em caminhada na Esplanada dos Ministérios.

Segundo a PM, policiais decidiram revistar os manifestantes ao verificar que pessoas estavam fumando maconha no local. A operação foi chamada de “Tolerância Zero”. Cerca de 110 policiais do 6º Batalhão da PM e da Rotam (Rondas Ostensivas Táticas Motorizadas) participaram da ação.

Ao todo, 30 adultos e quatro adolescentes que estavam na manifestação foram detidos e levados à 5ª Delegacia de Polícia e à Delegacia da Criança e do Adolescente. Também foram apreendidas drogas, facas e alicates.

Durante a abordagem, a PM também afirma ter prendido um homem por suspeita de tráfico –ele portava 11 cigarros e três tabletes de maconha.

Nas redes sociais, manifestantes criticaram a ação da polícia e dizem que houve uma tentativa de intimidar a manifestação, com início previsto às 15h.

Após a operação, a marcha seguiu em direção ao Supremo Tribunal Federal e ao Palácio do Planalto. A estimativa da PM é que 1.500 pessoas participem da manifestação.

 

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir