Dia a dia

Marceliane Schumann é presa e levada para o Centro de Detenção Provisória Feminino

Marcelaine Schumann é suspeita de mandar encomendar a morte de Denise Almeida - foto: Ione Moreno

Marcelaine Schumann é suspeita de mandar encomendar a morte de Denise Almeida – foto: Ione Moreno

A socialite Marceliane dos Santos Schumann, 36, teve o mandado de prisão cumprido por policiais civis na tarde desta quinta-feira (8). A prisão ocorreu na clínica Check-up, no bairro Adrianópolis, Zona Centro-Sul,  onde estava internada há dois dias,  por conta de um transtorno de ansiedade.

A equipe  da Delegacia Especializada em Capturas e Polinter (DECP) permaneceu em escolta – por quarenta e oito horas, após  a prisão  ter sido revogada pela Justiça – ,  até a alta-médica da suspeita.

Na tarde de hoje, a socialite foi levada ao Instituto Médico Legal (IML) para realizar o exame de corpo de delito e retornar ao Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF). Os desembargadores decidiram, por unanimidade, no último dia 5 de outubro, que Marcelaine deveria ser recolhida novamente à prisão, a fim de preservar a ordem pública e assegurar a aplicação da lei penal. Há suspeitas de que ela teria descumprido medidas judiciais, após ganhar liberdade condicional, colocando em risco a vida de terceiros. O benefício de liberdade foi concedido em julho deste ano.

Marcelaine é suspeita de encomendar a morte da estudante de direito Denise Almeida, 34, suposta amante do seu amante, Marco Souto. O crime ocorreu no estacionamento de uma academia, no Centro, em novembro do ano passado. Outras quatro pessoas envolvidas no crime estão presas.

Por Thaís Gama

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir