Esportes

Maradona diz que seleção argentina não deve mimar Messi

Ídolo argentino, o ex-jogador Diego Maradona criticou a forma como o atacante Lionel Messi é tratado na seleção de seu país. Ao analisar a derrota para o Chile, na final da Copa América, Maradona não foi tão radical a ponto de questionar a convocação de Messi por parte da seleção, mas pediu um tratamento mais igualitário na equipe.

“É lógico [que a culpa] cai sobre ele. É fácil. Temos o melhor do mundo. [Mas] que parem de encher o saco aqueles que dizem que tem que mimar o Messi. Ele tem que ser tratado como qualquer outro jogador que veste a camisa da seleção. Como o melhor do mundo, para o bem e para o mal”, disse Maradona em entrevista ao jornal ‘Olé’.

“Mas atenção porque Messi não matou ninguém. Não vamos fazer uma novela. Os que o criticam para que melhore, perfeito. Mas isso de fazer uma enquete para ver se tem que jogar na seleção ou não, fugimos do tema. Já queremos mudar de presidente. Não temos que ser extremista e nem nos acostumar a ficar sempre em segundo”, afirmou o ex-jogador.

Perguntado se, pela história, a Argentina podia se dar ao luxo de perder para o Chile, Maradona foi enfático: “Nem em bocha”.

A seleção do técnico Tata Martino foi derrotada pelo Chile na final da Copa América após uma disputa por pênaltis.

Os argentinos não levantam um troféu expressivo desde 1993, quando venceram a mesma Copa América diante do México.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir