Esportes

Maradona diz que cartola negociou derrota da Argentina na Copa de 1990

O craque argentino Diego Maradona revelou que o cartola Júlio Grondona, que dirigiu a Associação de Futebol Argentina (AFA) até morrer, no ano passado, também teria negociado o resultado da Copa de 1990.

Na ocasião, a Argentina perdeu da Alemanha por um a zero, após o juiz mexicano Edgardo Codesal apitar um pênalti controverso, em favor dos alemães, no final do segundo tempo.

Maradona, que jogava na seleção, revelou que o cartola argentino já tinha negociado a derrota. Naquele ano, a Alemanha faria a unificação do país, após a queda do Muro de Berlim, em 1989.

“Grondona, na final do mundial de 1990, me disse ‘até aqui chegamos’ e que estávamos entregues”, afirmou o craque.

Segundo Maradona, o cartola não brigou, nem questionou o lance duvidoso apitado pelo árbitro mexicano.

“[Grondona] nos entregou como os chilenos nos entregaram nas Malvinas”, afirmou.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir