Esportes

Maracanã não passará por reformas para Olimpíada, diz Nuzman

O Estado era contrário em razão do desgaste de realizar nova obra num estádio reformado há dois anos, ao custo de R$ 1,2 bilhão, para a Copa do Mundo - foto: reprodução

O Estado era contrário em razão do desgaste de realizar nova obra num estádio reformado há dois anos, ao custo de R$ 1,2 bilhão, para a Copa do Mundo – foto: reprodução

O presidente do comitê organizador da Olimpíada de 2016, Carlos Arthur Nuzman, afirmou nesta quinta-feira (21) que o Maracanã não precisará passar por nova reforma para a os Jogos no Rio.

A entidade pressionava o Estado para ampliar um dos túneis de acesso ao campo para a passagem de alegorias a serem usadas nas cerimônias de abertura e encerramento. O governo, por sua vez, afirmava que não seriam necessárias novas intervenções.

“A cerimônia será feita no Maracanã exatamente como ele está”, disse Nuzman ao final de uma série de reuniões fechadas com técnicos do COI (Comitê Olímpico Internacional).

A proposta era ampliar um dos túneis do setor Norte que chega ao campo. A intervenção, contudo, reduziria a capacidade do setor ocupado pela torcida do Flamengo, a maior do Rio.

O Estado era contrário em razão do desgaste de realizar nova obra num estádio reformado há dois anos, ao custo de R$ 1,2 bilhão, para a Copa do Mundo. A concessionária que administra o estádio, por sua vez, não queria ver a capacidade do estádio ser reduzida.

Julio Delamare

Nuzman confirmou que o Parque Aquático Julio Delamare não vai sediar as competições de polo aquático e está fora da Olimpíada. Com isso, os jogos devem ser transferidos para o Complexo Esportivo de Deodoro ou para o Parque Aquático Maria Lenk, no Parque Olímpico da Barra.

“Temos preferência por fazer no Maria Lenk porque haverá um número mais concentrado de provas num só local”, disse o presidente.

Segundo Nuzman, os técnicos do COI não fizeram perguntas sobre o estado da água da baía de Guanabara. Tampouco foi abordado o tema da segurança. Na última terça, um ciclista foi assassinado a facadas na Lagoa Rodrigo de Freitas, onde acontecerão as provas de remo e canoagem.

Por Folha Press

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir