Política

Manifestantes vão às ruas em Brasília a favor do impeachment

Vestidos com camisetas nas cores verde e amarelo, manifestantes se reúnem em Brasília a favor do impeachment da presidenta Dilma Rousseff. Os manifestantes seguram faixas com frases pró-impeachment e há bonecos infláveis do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da presidenta Dilma. O ato pede ainda o fim da corrupção e a cassação do presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

A Esplanada dos Ministérios foi totalmente interditada para o trânsito de veículos, e homens da Polícia Militar (PM) do Distrito Federal acompanham de longe o deslocamento dos manifestantes. A PM divulgou que entre 500 e 600 pessoas participam do ato, que começou por volta das 11h. A reportagem da Agência Brasil estimou que, nesse horário, havia entre mil e 1,5 mil pessoas no local. Perto do meio-dia, a PM reviu o número e informou que entre 4 mil e 5 mil pessoas participaram do ato. Às 12h07, o movimento Vem pra Rua divulgou que 30 mil pessoas passaram pela Esplanada.

Do alto do carro de som, organizadores reclamaram que a mídia em geral não divulgou o ato nem deu apoio à manifestação e que o site do movimento Vem pra Rua ficou fora do ar ontem (12). O veículo segue pela Esplanada tocando marchinhas e paródias de músicas com críticas ao governo e à política fiscal.

Panfletagem

Paralelamente à manifestação, um grupo do movimento Frente Brasil Popular, que afirma representar o PT e cerca de 20 entidades, faz panfletagem na Torre de TV – um dos pontos turísticos mais movimentados da capital federal. O ato, que tem participação de poucas pessoas, é contra o impeachment da presidenta Dilma e o ajuste fiscal e pede a saída do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Amanhã (14), aniversário da presidenta Dilma Rousseff, um grupo liderado pelo PT e por entidades que apoiam o governo organizam uma festa simbólica, em frente ao Palácio do Planalto, com direito a bolo e parabéns, para comemorar a data.

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir