País

Contrários a Dilma comemoram impeachment na avenida Paulista

Manifestações ocorrem em frente ao prédio da Fiesp - foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Manifestações ocorrem em frente ao prédio da Fiesp – foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Manifestação contra a ex-presidenta Dilma Roussef e contra o PT ocorrem na noite desta quarta-feira (31), na Avenida Paulista em frente ao prédio da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). A via está bloqueada pelos manifestantes, que comemoram o impeachment.

Às 18h40, houve confusão entre pessoas contra e a favor do impeachment no local. Um grupo começou a gritar xingamentos contra o PT. A polícia interveio e a confusão foi dispersada.

Dois bonecos estão sendo inflados neste momento, um representando Dilma e outro Renan Calheiros.

O Movimento Brasil Livre (MBL), um dos grupos que apoiou o impeachment da presidenta Dilma Roussef e que participa de ato na Avenida Paulista, defendeu as reformas pretendidas pelo presidente Michel Temer, tanto na previdência quanto a trabalhista.

“O MBL vai lutar agora pelas reformas necessárias, a reforma da previdência, a reforma política e até mesmo a reforma trabalhista”, disse Fernando Holiday, coordenador nacional do Movimento Brasil Livre (MBL). “Nós vamos procurar pautar esse governo [Temer] com as reformas liberais que nós consideramos as ideais”.

Holiday disse que o ato em frente à Fiesp é uma comemoração devido ao impeachment da presidenta Dilma Roussef, que, segundo ele, foi a pauta de diversos movimentos de rua ao longo dos últimos dois anos.

A Polícia Militar fez um cordão de isolamento entre o quarteirão onde estão os manifestantes pró-impeachment e o quarteirão onde ocorre manifestação contra o impedimento de Dilma. Dois carros da tropa de choque também ajudam no bloqueio.

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir