Dia a dia

Manifestação causa retenções no trânsito em ruas de Manaus

Na Constantino Nery o congestionamento já se estende em mais de 5 km – Divulgação

Manifestações contra a reforma da previdência causaram transtorno aos motoristas em alguns pontos de Manaus, na tarde desta quarta-feira (15). A avenida Constantino Nery ficou completamente parada e o congestionamento quilométrico irritou alguns usuários do transporte coletivo que tentavam chegar na área central da cidade.

Há varias reclamações também de motorista de carros de particulares. As retenções começaram por volta das 15h30 e continuam no fim desta tarde. A área Central é mais prejudicada, pois um grupo de manifestantes percorreu algumas ruas do Centro. O bloqueio das rua foi feito para evitar acidentes.

Na avenida Constantino Nery, o congestionamento já se estende por mais de 5 km. Alguns condutores utilizaram grupos no WhatsApp e as redes sociais para falar sobre o trânsito.

O Trânsito ficou completamente parado

“Todos têm o direito de se manifestar, mas não podem atrapalhar a vida de outras pessoas que não têm nada a ver com a situação. Estou há quase 40 minutos parado no mesmo lugar, isso é um absurdo. Estava indo pegar a minha filha na escola”, reclamou o motorista Francisco Cruz, de 45 anos.

Agentes do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Transito (Manaustrans) estão nas ruas e orientam os condutores. Alguns desvios foram feitos para amenizar o problema. Quem vem do sentido bairro/Centro pela Constantino Nery, por exemplo, pode desviar na altura do Olímpico para a avenida Kako Caminha.

O Sindicato das Empresas de Ônibus de Manaus (Sinetram) descartou que houvesse uma paralisação dos ônibus da cidade, como chegou a ser cogitado nas redes sociais. Segundo ele, a paralisação se deve ao bloqueio do trânsito por conta das mobilizações e não tem relação com uma possível greve dos rodoviários.

Mara Magalhães

EM TEMPO

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir