Dia a dia

Manejo de arborização na Getúlio Vargas resulta em retirada preventiva de árvore com risco de queda

Árvores na avenida Getúlio Vargas estão inclusa em ação de manejo de urbanização - foto: Júlio Pedrosa/Semmas

Árvores na avenida Getúlio Vargas estão inclusa em ação de manejo de urbanização – foto: Júlio Pedrosa/Semmas

Uma ação de manejo da arborização na Avenida Getúlio Vargas, na manhã deste sábado (27), resultou na supressão de um oitizeiro que apresentava rachaduras no tronco e apodrecimento acentuado na base com infestação de cupins. A decisão pela retirada ocorreu após a avaliação realizada pelos técnicos da Prefeitura de Manaus, que constataram o risco iminente de queda. O trabalho foi desenvolvido pelas secretarias municipais de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) e Limpeza Urbana (Semulsp).

No total, foram realizados ao longo da manhã procedimentos de poda em 50 das 188 árvores das espécies oitizeiro, ipê mirim, pau pretinho e castanholeira, existentes na avenida. A ação continuará e deverá ser encerrada em dois finais de semana.

Além da manutenção dos indivíduos arbóreos, a poda visa à adequação à sinalização pública como semáforos e placas de trânsito e à iluminação pública. “O trabalho de manejo é de extrema importância para a existência saudável da árvore. A poda funciona como uma limpeza, para a retirada de erva-de-passarinho, de galhos secos e principalmente avaliação do risco de queda. O serviço proporciona a melhoria do estado fitossanitário das árvores, bem como maior qualidade da iluminação e embelezamento”, explica o gerente de Corte e Poda da Semmas, Wellington Auzier.

Desde 2013, a Semmas e a Semulsp vêm atuando de forma efetiva no trabalho de manejo da arborização urbana, sobretudo na região do Centro Histórico de Manaus, como uma das estratégias de atuação do Programa Manaus Verde e Viva. “Esse trabalho é fundamental para termos uma redução no número de acidentes envolvendo tombamento de queda de árvores em vias públicas na cidade”, explica o diretor Técnico Operacional da Semmas, Lucas Ourique.

Já foram realizadas ações na Eduardo Ribeiro, Luiz Antony, Ferreira Pena, entorno da Praça da Saudade, Sete de Setembro, Praça da Matriz, 24 de Maio, 10 de Julho, Joaquim Nabuco, Huascar de Figueiredo, Largo São Sebastião, Saldanha Marinho, Barroso, Comendador Clementino, Costa Azevedo, Leonardo Malcher e Epaminondas. O diretor Técnico Operacional informa que na Getúlio Vargas o trabalho também incluirá a reposição de mudas nos locais onde houver espaço e especificamente onde foi realizada a supressão.

Com informações de assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir