Dia a dia

Manaus vai ganhar nova casa de repouso para idosos

Localizada em uma área verde, na rodovia AM-070, o local terá capacidade para  224 idosos – foto: Alberto César Araújo

Localizada em uma área verde, na rodovia AM-070, o local terá capacidade para 224 idosos – foto: Alberto César Araújo

Pessoas com pelo menos 60 anos de idade ou já aposentados terão uma nova opção de casa de repouso. O Amazonas vai ganhar a primeira instituição de longa permanência para idosos. Trata-se do Recanto da Fraternidade, uma instituição gerenciada pela Fundação Glomam e localizada em uma área verde de 220 mil metros quadrados (m²), na rodovia Manoel Urbano AM-070 (Manaus – Manacapuru).

O Recanto da Fraternidade terá capacidade para atender “confortavelmente e de maneira permanente 224 idosos”. A informação é do grão-mestre da Grande Loja Maçônica do Amazonas (Glomam), Élzio Alecrim.

O local tem construção e mobiliário orçados em R$ 5 milhões. Metade deste valor, inclusive o terreno, foi doada por membros da Glomam, que procura apoio financeiro da iniciativa pública e privada para concluir a obra o mais rápido possível.

Caso todo o valor seja custeado apenas pelos membros da entidade, a primeira etapa do complexo tem inauguração prevista para o final de 2017.“Podemos inaugurar antes se conseguirmos recursos externos. Até agora trabalhamos apenas com dinheiro doado pelos nossos irmãos. Mas temos esperança de sensibilizar empresários e o próprio poder público para nos ajudar”, disse Alecrim.

O lugar vai funcionar como uma instituição de longa permanência para idosos. “Eles vão morar no recanto e terão atendimento médico, odontológico, psicológico e em outras diversas áreas. Serão seis refeições diárias, e teremos áreas de lazer e convivência”, detalhou.

Quando o Recanto da Fraternidade estiver concluído a assistente social da Glomam será responsável pela triagem dos idosos que vão morar no local.

“O idoso interessado tem que possuir 60 anos ou já ser aposentado. Vamos cobrar uma taxa que pode ser de até 80% da aposentadoria, como diz a lei, mas ainda estamos avaliando a quantia”, informou o grão-mestre da Glomam. Ele adiantou que não será cobrado nenhum outro valor dos idosos, pois a taxa incluirá “contas de energia, água, alimentação e todas as despesas que surgirem”.

Estrutura

Os 224 idosos serão distribuídos em 96 apartamentos, sendo 64 com dois leitos e 32 com três leitos, em uma área construída de 834 m².

Haverá cozinha, refeitório, lavanderia, despensa com câmara fria, sala de fisioterapia, capela ecumênica, consultórios médico e odontológico, farmácia, ambulatório, além de sala de recreação e salão de eventos.

O projeto de construção também contempla um bosque, horta comunitária, pista de caminhada e um viveiro de aves de pequeno porte, onde os idosos poderão ter contato com os animais em uma espécie de terapia natural.

Por Equipe Jornal EM TEMPO

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir