Cultura

Manaus terá eventos culturais gratuitos neste fim de semana

teatro

No sábado (13), uma nova apresentação do show musical “Salsa, com sabor” será apresentada no Teatro Amazonas, às 20h, com entrada franca – foto: divulgação

Do dia 12 ao dia 14 de junho Manaus terá várias opções de programação cultural, para diferentes estilos e idades, principalmente para o dia dos namorados. Recheado de muita música e de conhecimento histórico, as atrações terão entrada franca em todos os espaços. A  organização está a cargo da Secretaria de Estado de Cultura (SEC).


No Dia dos Namorados, sexta-feira (12), a Orquestra Barroca e seus 20 componentes regidos pelo maestro Márcio Páscoa, irá realizar o concerto às 20h, no Teatro Amazonas de lançamento do CD “Dramma”, que possui 16 faixas, com árias que circulavam pelo Brasil no século 18, de diferentes autores italianos e portugueses, e que foi gravado em super áudio, que tem a mesma qualidade de som de um DVD.

Gravado na Igreja do Menino Deus, em Lisboa, Portugal, em outubro de 2014, o CD “Dramma” traz músicas de compositores como Niccolo Jommelli (1714-1774), David Perez e Antônio Policarpo. As partituras foram restauradas pelo Laboratório de Musicologia e História Cultural da Universidade do Estado do Amazonas (UEA).

No sábado (13), uma nova apresentação do show musical “Salsa, com sabor” será apresentada no Teatro Amazonas, às 20h, com entrada franca. O swing da música caribenha associada ao jazz vai fazer o público presente “sacudir as pernas” durante a apresentação da Orquestra Amazonas Jazz Band, sob a regência do maestro Rui Carvalho.

No domingo (14), o documentário “Tancredo Neves, mensageiro da liberdade” (2005), será exibido às 10h, no Centro Cultural Palácio da Justiça, com entrada franca. O documentário de Bruno Vianna, com direção-geral de Fernando Barbosa Lima e narração de Othon Bastos mostra a trajetória de Tancredo Neves, desde a infância e o início da carreira política, como vereador em São João del-Rei (MG), até a eleição como primeiro presidente civil após o fim da ditadura militar, e sua morte.

As imagens do documentário ilustram os momentos mais dramáticos vividos pelo País na segunda metade do século passado e nos quais, Tancredo teve atuação decisiva, como a morte de Getúlio Vargas, o Parlamentarismo, o golpe militar, a campanha pelas Diretas Já e sua consagradora eleição à Presidência da República.

O filme apresenta depoimentos inéditos dos ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e José Sarney, de Aécio Neves, José Serra, Antônio Carlos Magalhães, Olavo Setúbal, entre outros políticos, além dos familiares. O documentário é enriquecido com os extras “Tancredo – o mineiro”, “Depoimentos” e “São João del-Rei”.

Ainda no domingo (14), às 20h, o espetáculo musical “Lendas Indígenas e Afro-brasileiras”, será apresentado no palco do Teatro Amazonas, com estrada franca, pelos pesquisadores e musicistas André Campelo e Vagner Rosafa. “Lendas Indígenas e Afro-brasileiras” é um espetáculo que traz, de forma lúdica, um repertório da escola nacionalista brasileira juntamente com uma pesquisa antropológica alicerçada na cultura popular, por meio de suas lendas e mitos.

Linguagens musicais e animações em audiovisuais, temas de dois dos principais povos formadores da cultura brasileira e vai além do entretenimento: pretende fortalecer as memórias existentes nessas manifestações culturais de raízes indígenas e africanas. Com a evidência dos elementos da identidade cultural brasileira, o espetáculo pretende despertar no público o interesse pela identificação de suas origens.

Com 1h15 de duração, o cantor André Campelo e o pianista Vagner Rosafa intercalam e, por vezes, fundem as músicas às projeções, em uma grande tela que ocupa toda a boca-de-cena do palco, executadas pelo VJ Paulinho Pessoa, criando um ambiente de encantamento.

O espetáculo “Lendas Indígenas e afro-brasileiras” foi apresentado em alguns Festivais Nacionais e patrocinado pelo Ministério das Relações Exteriores para uma turnê em Portugal e comemorações do7 de Setembro, promovido pela Embaixada Brasileira, na capital do Panamá.

O espetáculo está em turnê nacional patrocinada pelo 1º Fundo de Arte e Cultura do Governo do Estado de Goiás, que contempla cidades das cinco regiões brasileiras em alguns dos principais palcos, a exemplo do Teatro Amazonas em Manaus, Teatro de Santa Isabel em Recife, Teatro Deodoro em Maceió e Centro Cultural Banco do Brasil de Brasília.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir