Dia a dia

Manaus terá 1 mil câmeras de segurança até o fim do ano, diz SSP-AM

Segundo o secretário da SSP-AM, através do controle das câmeras de segurança, o crime organizado deverá diminuir na cidade - foto: divulgação

Segundo o secretário da SSP-AM, através do controle das câmeras de segurança, o crime organizado deverá diminuir na cidade – foto: divulgação

Até o fim do ano, a Secretaria de Segurança Pública do Estado do Amazonas (SSP-AM) pretende ampliar o número de câmeras de monitoramento, em Manaus. De acordo com o secretário do órgão, Sérgio Fontes, atualmente a cidade possui cerca de 400 câmeras, mas a meta é que o número de câmeras possa chegar a 1 mil. Essas novas câmeras serão instaladas através de parcerias com empresas privadas, como TV Lar e Sindicato das Empresas de Segurança de Vigilância da Empresas Privadas (Sindesp).

“Queremos chegar até o fim do ano, por meio do Centro Integrado de Comando e Controle Regional, com o número de 1 mil câmeras. Isso, sem termos impacto financeiro, otimizando recursos humanos e tecnológicos. A nossa meta é instalar principalmente nas Zonas Norte e Leste, e também no bairro Compensa, onde foi registrado elevados números de criminalidade”, disse o secretário durante a divulgação do lançamento de novas atividades do Comando e Controle Regional (CICC).

Segundo o secretário da SSP-AM, através do controle das câmeras de segurança, o crime organizado deverá diminuir na cidade. Principalmente nos bairros onde estão atualmente as manchas criminais. Fontes disse  ainda que o apoio das empresas privadas é fundamental para colaborar com o combate ao crime organizado, já que, devido à crise financeira do Brasil, o Governo não tem condições de fazer determinados investimentos.

O secretário-executivo-adjunto de Planejamento de Gestão Integrada, coronel Dan Câmara, afirmou que haverá novas parcerias de outros setores com o órgão de segurança para a realização das Olimpíadas 2016. “Esses projetos não são apenas focados no Jogos Olímpicos, mas para o pós-evento também. Com essas parcerias, vamos ter bons resultados em todos os setores. Esperamos que com essa integração de recursos e ações, possamos melhorar ainda mais o serviço oferecido ao cidadão”, disse.

Para o titular da Secretaria de Estado de Administração Penitenciaria (Seap), Pedro Florêncio, esses novos projetos vão permitir que o Centro Integrado de Operações (CIOPs) tenha acesso às câmeras de monitoramento do sistema penitenciário, bem como informações dos internos que possuem atividades monitoras pela tornozeleiras eletrônicas.

O secretário-executivo de ações e proteções da Defesa Civil, coronel Fernando Júnior, destacou que o Centro de Monitoramento e Alerta (CEMOA), dentro do CICC, ajudará a prevenir desastres naturais. Segundo ele, serão produzidas informações com o monitoramento meterológico e hidrológico. O centro também fará a previsão de eventos extremos, com a emissão de alertas meteorólogicos para todos os órgãos envolvidos com o sistema de segurança.

“Por meio dele não vamos monitorar apenas as áreas de Manaus, mas sim todas as zonas do interior. Vamos conseguir verificar a descida e subida dos rios. Isso vai beneficiar a população toda”, disse

Por Michelle Freitas

1 Comment

1 Comment

  1. Naldo

    31 de maio de 2016 at 08:23

    Eu nao entendi qual o bjetivo das cameras, se a violencia aumenta a cada dia, os assaltos e mortes.
    Ah talvez para aumentar o numero de multas de infração de motoristas, porque e só pra quê ser estas cameras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir