Dia a dia

Manaus registra seis homicídios em apenas nove horas; dois na madrugada

. Anderson Sarmento Picanço, 28, foi executado com pelo menos 20 tiros - foto: divulgação

. Anderson Sarmento Picanço, 28, foi executado com pelo menos 20 tiros – foto: divulgação

Seis homicídios foram registrados pela polícia durante a noite de quinta-feira (18) e  madrugada desta sexta-feira (19). Os fatos ocorreram nas Zonas Norte, Oeste e Sul de Manaus.

O primeiro ocorreu por volta das 19h, na rua Guapuru, bairro Monte das Oliveiras, Zona Norte. Anderson Sarmento Picanço, 28, foi executado com pelo menos 20 tiros em frente à própria casa.

Familiares da vítima informaram à polícia que o jovem estava na frente da residência, quando dois homens se aproximaram e efetuaram os disparos na direção de Anderson, que não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Conforme testemunhas, os criminosos dispararam mais de 20 vezes na direção da vítima, a maioria dos tiros na cabeça de Anderson.

A polícia informou que o crime tem caraterísticas de execução, o que caracteriza que ele foi morto em um possível acerto de contas, relacionado ao tráfico de drogas.

Também no bairro Monte das Oliveiras, na rua Goiabada, por volta das 21h50, o adolescente Darlan Batista da Silva, 17, foi morto a tiros. O jovem, segundo a polícia, estava em via pública quando foi abordado por dois em uma motocicleta de placa e caraterísticas não informadas.

O garupa da motocicleta efetuou os disparos no adolescente, em seguida a dupla fugiu sem ser identificada. O garoto ainda foi socorrido e levado para o Serviço de Pronto Atendimento (SPA), mas não resistiu aos ferimentos e morreu as 22h10.

Na Zona Sul, no bairro Mauazinho, o ajudante de oficina mecânica Arielle Soares da Silva, 38, foi assassinado a facadas, pelo próprio ‘amigo’, identificado como Ageu Thiago da Silva Souza.
De acordo com a polícia, a vítima e o autor estavam consumindo bebidas alcóolicas em um bar localizado na rua Paraiso, nas proximidades de onde Arielle morava, quando houve um desentendimento entre eles.

Durante a briga, a vítima correu e tentou se esconder dentro de sua casa, mas o suspeito conseguiu entrar no imóvel e desferiu as facadas que atingiram o tórax do ajudante de mecânico. Após o crime, o criminoso conseguiu fugir.

Já Luiz Augusto Cardoso da Silva, 31, foi morto a tiros na travessa Boipeva, comunidade União da Vitória, bairro Tarumã, Zona Oeste. Testemunhas informaram à polícia que o homem foi abordado por dois suspeitos em uma motocicleta. O garupa estava armado e efetuou os tiros em Luiz, que morreu no local.

Moradores do bairro informaram à polícia que o homem tinha envolvimento com o tráfico de drogas e por esse motivo foi morto.

Na madrugada deste sexta-feira (19), por volta das 4h, uma mulher identificada suspostamente como ‘Ligiane’ foi encontrada morta na rua Marivaldo Pereira, bairro Nova Esperança, Zona Oeste. O corpo da vítima foi encontrado por moradores do bairro e em seguida acionaram os policiais militares.

Conforme a polícia, a mulher tinha marcas de agressão física pelo e vários golpes de arma branca pelo corpo.

Também durante a madrugada, um homem identificado como Tiago da Silva Nascimento, 36, foi removido do Hospital e Pronto Socorro 28 de Agosto, vítima de arma de fogo.

A polícia não soube informar onde ocorreu o crime, mas conforme consta no relatório do Centro Integrado de Operações (Ciops), o homem era marido de ‘Ligiane’, que foi encontrada morta no Nova Esperança.

Todos os crimes estão sendo investigados pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Por equipe EM TEMPO Online

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir