Cultura

Manaus recebe neste domingo terceira edição do ‘Bazar do bem’

Parte da renda será revertida para produzir almofadas de apoio de braço, doadas para portadoras de câncer de mama submetidas a mastectomia - foto: divulgação

Parte da renda será revertida para produzir almofadas de apoio de braço, doadas para portadoras de câncer de mama submetidas a mastectomia – foto: divulgação

Integrantes do projeto ‘Rompendo mais fronteiras’ realizam, neste domingo (9), das 9h às 17h, no Círculo Militar de Manaus (Cirman – avenida Agulhas Negras, Chapada, Zona Centro-Sul), a terceira edição do ‘Bazar do bem’, evento que busca arrecadar fundos para a realização de ações de cunho social na capital, além de gerar renda a microempresárias de diversos segmentos.

Uma das idealizadoras da atividade, Adriana Haas Villas Bôas explica que a ideia é que parte da renda do bazar seja revertida à produção de almofadas para apoio de braço, que serão doadas a portadoras de câncer de mama submetidas a mastectomia (retirada parcial ou total da mama), e podem auxiliar na recuperação durante o processo pós-cirúrgico. A ação é alusiva à campanha “Outubro Rosa”, que acontece simultaneamente durante este mês em várias partes do mundo.

Adriana explica que as almofadas terão o formato de coração, modelo que vem sendo adotado em várias partes do Brasil, por ter sido projetado especificamente para auxiliar na recuperação de pacientes oncológicas submetidas à cirurgia de retirada da mama. O utensílio serve para o descanso dos braços, quando encaixado nas axilas, e já é utilizado em unidades de referência em cancerologia como forma de ajuda às pacientes.

Preços acessíveis

A proposta do “Bazar do bem” é comercializar diversos objetos ligados, inicialmente, à moda, culinária, artesanatos, entre outros, a valores acessíveis, fazendo com que as expositoras lucrem e doem parte da receita ao projeto “Rompendo mais fronteiras”. “Eu as deixo bem à vontade para doarem o valor que acharem que devem. Eu me uni a uma amiga, Jessica Bonfadini, e juntas tentamos levar a maior variedade possível de objetos para a exposição”, comenta Adriana Villas Bôas.

Entre os itens que estarão à venda estão artesanatos, utensílios domésticos, maquiagens e cosméticos, além de alimentos variados, inclusive que poderão ser consumidos no próprio local durante as refeições do dia, a contar do café da manhã. “Nesta edição, também providenciamos brinquedos para entreter a criançada enquanto as mamães vão às compras”.

A entrada no bazar custará R$ 2 e o pagamento é opcional. Todo o valor será destinado a ações sociais. “Na ocasião do evento, também aceitaremos doações de materiais de higiene pessoal e brinquedos, que serão destinados a pacientes em tratamento de fissuras labiopalatais da Fundação Hospital Adriano Jorge”.

O projeto

De acordo com Adriana Villas Bôas, o desenvolvimento do projeto surgiu em 2015, a partir da ideia de aliar empreendedorismo, geração de receita e ações beneficentes em diversas áreas. “Eu e a Karina Chacon Brasil, parceira na realização dessas ações, criamos o projeto ‘Rompendo mais fronteiras’ e ainda um perfil na rede social Facebook (facebook.com/rompendoasfronteiras), para chamar a atenção das pessoas e atrair mais colaboradores à causa social”, destaca.

Mas, em um cenário de crise econômica que assola todo o país, o projeto ficou comprometido e algumas iniciativas pessoais foram consideradas “emergenciais” para a manutenção do projeto.

“Por conta das dificuldades financeiras para manter o projeto, decidi, como fundadora, vender tudo que ganhei de presente de casamento e que ainda nem havia usado, para dar continuidade às ações”, explica Adriana. “Em seguida, criei um grupo no WhatsApp chamado ‘Desapegos do bem’, que inspirou a realização do bazar. Logo depois, lançamos o ‘Bazar do bem’, que tem dado certo e ajudado muitas pessoas que precisam”, completa a empreendedora.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir