Dia a dia

Manaus e mais oito municípios decretam situação de emergência no Amazonas

 

Além da capital amazonense, também entraram na lista os municípios de Boa Vista do Ramos, Manaquiri, Barreirinha, Iranduba, Parintins, Alvarães, Urucará e Urucurituba - foto: divulgação

Além da capital amazonense, também entraram na lista os municípios de Boa Vista do Ramos, Manaquiri, Barreirinha, Iranduba, Parintins, Alvarães, Urucará e Urucurituba – foto: divulgação

Manaus e mais oito municípios decretaram na manhã desta quarta-feira (10) situação de emergência devido à cheia nos rios do Amazonas. A informação foi divulgada pela Defesa Civil do Estado, informando ainda que com estes o número de atingidos pela cheia subiu para 43.

Além da capital amazonense, também entraram na lista os municípios de Boa Vista do Ramos, Manaquiri, Barreirinha, Iranduba, Parintins, Alvarães, Urucará, Urucurituba. Ao todo, 41 municípios estão em situação de emergência, um em estado de calamidade pública e outro em situação de alerta.

De acordo com a Defesa Civil, 435 mil pessoas de 87 mil famílias já foram atingidas pela cheia.

Na ultima segunda-feira (8), o Ministério da Integração autorizou o repasse de R$ 4,9 milhões para nove municípios do Estado. Os recursos liberados pelo governo serão destinados aos municípios de Atalaia do Norte (R$ 561 mil), Pauini (R$ 275,1 mil), Manacapuru (R$ 1,1 milhão), Santo Antônio do Içá (R$ 307,9 mil), Maraã (R$ 244,4 mil), Anori (R$ 195,8 mil), Amaturá (R$ 192 mil), Tefé (R$ 1 milhão) e Juruá (R$ 1 milhão).

Semana passada, o governo do Estado liberou 506 toneladas de alimentos não perecíveis, kits dormitório que inclui colchões, redes e mosquiteiros, kits de higiene pessoal, medicamentos, filtros de água e hipoclorito de sódio para as famílias.

Por Mara Magalhães (especial EM TEMPO Online)

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir