Dia a dia

Manaus começa a operar sistema de bicicletas compartilhadas e contará com rede de ciclorrotas

Ao todo, serão 11 estações de bicicletas compartilhadas instaladas no Centro - Foto: Ione Moreno

Ao todo, serão 11 estações de bicicletas compartilhadas instaladas no Centro – Foto: Ione Moreno

As primeiras instalações dos mobiliários urbanos que vão receber o sistema de bicicletas compartilhadas de Manaus, o Manôbike, começaram. O sistema foi adotado pela Prefeitura de Manaus, tendo como empresa operadora a Samba Transportes Sustentáveis, do Grupo Serttel, com patrocínio da Hapvida.

Paralelo à implantação das estações, a Prefeitura atua para garantir maior segurança aos usuários e outros ciclistas, fazendo a implantação de uma rede de ciclorrotas no Centro. Este projeto tem previsão de entrega total para até o final do ano. A rede de ciclorrotas será implantada em etapas, com a primeira fase-piloto sendo entregue junto com o sistema Manôbike.

Estações

Ao todo, serão 11 estações de bicicletas compartilhadas instaladas no Centro, ajudando a disseminar o uso das bikes como meio de transporte alternativo e não poluente. O sistema funcionará de segunda-feira a domingo, das 6h às 23h, para retirada do equipamento, e 24h/dia para devolução.

As estações serão localizadas no Colégio Militar, na Praça do Congresso, Beneficente Portuguesa, Teatro Amazonas, Galeria Espírito Santo, Praça Dom Pedro II, Praça da Matriz/Eduardo Ribeiro, Praça Heliodoro Balbi, Mercado Municipal Adolpho Lisboa, Igreja N.S.
dos Remédios e Parque Jefferson Péres.

A Samba é a responsável pela implantação, operação e manutenção do sistema e assinou Termo de Cooperação com a Prefeitura, após sair vencedora do edital de Chamamento Público lançado pelo Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb).

As estações foram produzidas em módulos e transportadas para Manaus, assim como as bikes, por via aérea, o que reduz o tempo para instalação e implantação.

As bicicletas, cujo sistema é alimentado por energia solar, são 100% nacionais. Serão 110 bikes disponíveis para as 11 estações iniciais, mas a rede poderá ser ampliada futuramente, conforme demanda. O Termo de Cooperação tem prazo de 36 meses e não há ônus para o Município.

Após cadastro no aplicativo e/ou no site, o usuário da Manôbike terá a opção de adquirir o passe diário (R$ 5) ou o passe mensal (R$ 10), e não paga valor adicional desde que use de acordo com as regras do projeto. De segunda a sábado, o uso pode ser de 60 minutos ininterruptos, quantas vezes por dia o usuário desejar, desde que respeite o intervalo de 15 minutos entre as viagens. Aos domingos e feriados, o uso passa a ser de 90 minutos.

As estações da Manôbike funcionarão alimentadas por energia solar e são interligadas via sistema de comunicação sem fio, redes 3G e 4G, permitindo que estejam conectadas 24 horas por dia.

As estações serão instaladas nos endereços:

tabela-bikes-divulg

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir