Sem categoria

Manauenses fazem manifesto em apoio a Sérgio Moro

Povo foi as ruas Entoando gritos de 'Moro guerreiro, do povo brasileiro' - foto: Ione Moreno

Povo foi as ruas Entoando gritos de ‘Moro guerreiro, do povo brasileiro’ – foto: Ione Moreno

Um grupo de aproximadamente 50 pessoas, realizou um manifesto na tarde deste domingo (20), em apoio ao juiz federal Sérgio Moro e a operação Lava Jato. O ato organizado pelo Movimento Amazonas em Ação, com o apoio do Movimento da Maçonaria, Direita Amazonas, Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e Papo de Direita, ocorreu na avenida André Araújo, bairro Aleixo, Zona Centro-Sul, em frete aos prédios do Ministério Público Federal (MPF/AM) e da Justiça Federal.

Entoando gritos de “Moro guerreiro, do povo brasileiro”, o coordenador do Movimento Amazonas em Ação, Júnior Oliveira, 26, afirmou que Manaus não poderia ficar fora deste ato que já aconteceu nas demais capitais brasileiras. Para o manifestante, é importante a população demonstrar a sua indignação indo ás ruas e protestando contra o governo atual da presidente Dilma Rousseff (PT).

“Esse movimento é um ato nacional, onde vários Estados aderiram em apoio ao Ministério Público Federal, à Justiça Federal, a Policia Federal, ao juiz Sergio Moro e a operação Lava Jato. É uma forma de mostrar que o povo brasileiro está ao lado da Justiça e não da corrupção, do PT (Partido dos Trabalhadores) e do governo federal. Queremos mostrar também que o povo de Manaus está vivo na luta por um Brasil melhor”, afirmou Oliveira.

Manifestação-Todos-Moro_-Ione-Moreno--(2)

Outra organizadora do ato, Iza Oliveira, adiantou que outras manifestações irão acontecer na cidade nas próximas semanas. Para ela, o mais importante é continuar pressionando os governantes, para isso, outros movimentos devem acontecer com o mesmo intuito. Além disso, o apoio popular é fundamental para que realmente aconteça a mudança no comendo do país.

Por Thiago Fernando

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir