Sem categoria

Manauense vê estagnação na economia e considera difícil encontrar emprego

Para a maioria dos consumidores ouvidos pelo Instituto Fecomercio de Pesquisas Empresariais, situação econômica está igual à de 2014 e ficará na mesma no próximo semestre – foto: Alberto César Araújo

Para a maioria dos consumidores ouvidos pelo Instituto Fecomercio de Pesquisas Empresariais, situação econômica está igual à de 2014 e ficará na mesma no próximo semestre – foto: Alberto César Araújo

A maioria dos consumidores de Manaus considera que a situação atual da economia amazonense se encontra igual à observada há um ano e avalia que essa mesma situação permanecerá inalterada nos próximos seis meses.

Em relação emprego, 33,5% acreditam que as chances de conseguir uma vaga no mercado local de trabalho estão piores e 37,5% apostam que as condições serão ainda piores nos próximos três meses.

A conclusão está na Pesquisa de Intenção de Compra e Confiança do Consumidor, realizada pelo Instituto de Pesquisas Empresariais da Federação do Comércio do Amazonas (Fecomercio-AM), divulgada nesta quarta (10).

O levantamento aponta que 42,8% dos manauenses ouvidos aposta na primeira opção e 50,5% na segunda. Para 22%, a situação atual está melhor e para 35,2% está um pouco ou muito pior. Os otimistas para o próximo semestre respondem por 35% do total e os pessimistas, por 14,5%.

Na análise da situação financeira da família, observou-se que 34,6% dos consumidores afirmaram que melhorou, quando comparada há seis meses a trás, no entanto, observou-se que 47% dos entrevistados relataram que não mudou e 18,4% disseram que está um pouco ou muito pior.

Em relação aos preços praticados no comércio varejista de Manaus, observou-se que a maioria absoluta (64%) acredita que para o próximo mês continuarão altos.

“Na análise do desempenho dos principais indicadores da pesquisa de Intenção de Compra e Confiança do Consumidor da Cidade de Manaus, verificamos que as oscilações ocorridas na situação financeira familiar e na empregabilidade, têm influenciado diretamente nos hábitos de consumo das famílias e na situação econômica dos amazonenses”, destacou.

Dia dos Namorados

Faltando apenas alguns dias para a comemoração do Dia dos Namorados, observou-se que a maioria (39,4%) dos entrevistados pretende gastar em torno de R$ 101 e R$ 200,00, com gasto médio por meio da mediana em torno de R$ 130.

Apesar da expansão de shoppings em Manaus, 56,5% dos consumidores ainda prefere comprar nas lojas do Centro, levando em consideração principalmente os preços, variedade de produtos, lojas e promoções.

Já os consumidores que fazem suas compras nos shoppings preferem segurança e climatização. Por outro lado, os consumidores que escolhem o comércio local valorizam localização e variedade de produtos.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir