Dia a dia

Mais uma viatura da PM é incendiada em Tapauá

Motor da viatura ficou danificado com o
incêndio – Divulgação

Uma viatura da Polícia Militar foi incendiada, na madrugada desta terça-feira (27), no município de Tapauá (distante 448 km de Manaus). Este é o segundo caso em pouco menos de 4 meses, na mesma cidade. Não há informações sobre suspeitos.

Dia 1º de março, outra viatura foi queimada. No dia 7 do mesmo mês, Vendilson Alves da Costa, 20, foi preso por ser suspeito de cometer o crime. Na ocasião, a polícia afirmou se tratar de uma ação em represália a prisão de traficantes durante uma operação.

O deputado Cabo Maciel, que é policial militar e preside a Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), se manifestou nas redes sociais, chamando a conduta de “audácia” e “afronta”. Ele solicitou apoio ao Comando Geral da Polícia Militar para ajudar nas buscas e prisão dos suspeitos.

A Assessoria de Comunicação da PM confirmou o envio de uma equipe para apuração dos fatos. A Polícia Civil informou que o diretor do Departamento de Polícia do Interior (DPI), delegado Mariolino Brito, enviou, em um voo fretado para Tapauá, uma equipe composta por um perito do Departamento de Perícia Técnico Científico (DPTC), um investigador do DPI e um escrivão de polícia para iniciar as investigações em torno da destruição da viatura.

Ainda de acordo com Mariolino Brito, a equipe de policiais tem a missão de realizar todo levantamento de informações, com coleta de depoimentos dos policiais militares de plantão no dia do sinistro, moradores do município, além da perícia técnica do veículo suspeito de ter sido incendiado para identificar os infratores o mais breve possível.

Raphael Sampaio
EM TEMPO

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir