Dia a dia

Mais de mil policiais sitiam ruas de Manaus neste feriado prolongado

A operação, denominada “Águia”, mobiliza todas as unidades das polícias do Amazonas, PC-AM) e (PM-AM) – fotos: Janailton Falcão

Mais de mil policiais, entre civis e militares, saíram as ruas, na noite desta quinta-feira  (13), para reforçar a segurança em alguns pontos da capital amazonense, principalmente, nos locais onde, nos últimos dez dias, as atividades do crime organizado se intensificaram. A operação, denominada “Águia”, mobiliza todas as unidades das polícias do Amazonas, PC-AM) e (PM-AM), para um patrulhamento ostensivo e pontual.

Segundo o titular da Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP-AM), delegado federal Sérgio Fontes, a operação tem o objetivo de garantir um final de semana tranquilo para a população de Manaus. Nos últimos dias ocorreram diversos tiroteios, principalmente, pela disputa do comando do tráfico de drogas em Manaus.

“A segurança não está em crise, pois estamos todos os dias nas ruas, realizando um patrulhamento ostensivo, apreendendo drogas, recuperando carros roubados e prendendo criminosos. O que está em crise é a própria Família do Norte (FDN), que está se desestruturando após todos os líderes terem sido presos”, destacou Fontes.

Fontes destacou que a operação tem o objetivo de garantir um final de semana tranquilo para a população

Ainda segundo Fontes, há evidências claras que a briga é interna na FDN. “Os integrantes do grupo criminosos saem pelas ruas para brigar com outros traficantes. Foi o que aconteceu no Viver Melhor, na Zona Norte, e no Morro da Liberdade nos últimos dias. Já apreendemos mais de 25 toneladas de drogas em apenas dois anos e esse número significa um prejuízo imenso para o tráfico. Eles acham que essa briga pelo comando vai ajudar em algo, mas, na verdade, vamos continuar investigando e prendendo todos os envolvidos para que nenhum morador de bem seja perturbado por tiroteio na porta da sua casa”, frisou o titular da SSP-AM.

Na ocasião, o Sérgio Fontes esclareceu que, durante o tiroteio na Zona Sul, nove pessoas foram mortas, porém, apenas uma vítima não tinha envolvimento com o crime.

“É por esse um que nós vamos brigar e vamos as ruas realizar todo tipo de patrulhamento possível para garantir a paz da população”, completou.

Fontes ressaltando que a força-tarefa da cúpula de segurança realiza solicitações, junto ao poder judiciário, de mandado de busca e apreensão para prender os envolvidos, já identificados, pelas autoridas nas ocorrências dos últimos dias.

Para o comandante-geral da PM-AM, Coronel David Brandão, o reforço policial nas ruas visa garantir, principalmente, a segurança da população durante o feriado prolongado da Semana Santa.

“Vamos montar barreiras policiais, não só nas Zonas Norte e Sul, onde houve os últimos acontecimentos, como em todas as demais regiões. A palavra de ordem é fiscalizar tudo e todos para detectar o que é ilícito e os que estão agindo de forma ilegal. Barreiras policiais serão montadas aleatoriamente e todos os veículos, tanto de passeio, quanto do transporte público e privado, serão vistoriados”, garantiu Brandão.

“A palavra de ordem é fiscalizar tudo e todos para detectar o que é ilícito e os que estão agindo de forma ilegal”, frisou o comandante-geral da PM-AM

A PM-AM participa da operação com cerca de 800 policiais. Já a PC-AM, segundo a SSP-AM, mobiliza um efetivo de, aproximadamente, 200 policiais. A operação teve início, por volta das 21h, e a primeira barreira policial foi montada em frente ao Terminal 4, na Zona Norte. Já os policiais civis tiveram concentração no prédio da Delegacia Geral, Zona Centro-Oeste, de onde saíram e percorreram algumas regiões da Zona Sul.

Isac Sharlon
EM TEMPO

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top