Sem categoria

Mais de 700 indígenas protestam pela saída do coordenador da Dsei, em Lábrea

Os indígenas exigem  a saída de Carlos Galvão e a nomeação do antigo gestor - foto: divulgação/PM

Os indígenas exigem a saída de Carlos Galvão e a nomeação do antigo gestor – foto: divulgação/PM

Um grupo de 700 indígenas da região do médio Purus, em alusão à data comemorativa nativa, realizaram, na tarde desta terça-feira (19), uma manifestação em frente ao Distrito Sanitário Especial Indígena do Médio Purus (Dsei) em Lábrea (a 702 quilômetros de Manaus). Eles reivindicam a saída do coordenador do órgão, Carlos Galvão, e exigem que  Jeferson Nepumuceno Caldas seja nomeado para o cargo.

As etnias que participaram do protesto são Apurinã, Paumari, Jamamadi, Kocama, Karipuna, Deni e Banawa, todas do médio do Purus. Além dessas representações, também participaram a Federação das Organizações e Comunidades indígenas do Médio Purus (Focimp) e a Conselho Distrital de Saúde Indígena (Condisi).

Segundo o tenente Laurenio da 4ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) de Lábrea, os indígenas exigem querem a saída de Carlos Galvão e a nomeação de Jeferson Nepumuceno Caldas, que já foi coordenador do Dsei.

Além da troca do coordenador, os indígenas reivindicam melhorias no atendimento a saúde indígena que, segundo eles, passa por grande descaso, principalmente na falta de estrutura como transporte, medicamentos e profissionais qualificados para o atendimento da população.

Conforme a Polícia Militar de Lábrea, que está acompanhado o ato, até agora, o protesto está sendo pacífico. Os líderes indígenas foram recebidos por representantes da Fundação Nacional do Índio (Funai).

Por Mara Magalhães

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir