Dia a dia

Mais de 50 tiros acertam casa onde homem foi executado no Zumbi

O crime aconteceu na rua Joana D’Arc, bairro Zumbi dos Palmares – fotos: Divulgação

Na manhã deste sábado (24), começaram a circular na internet fotos da frente de uma casa, localizada na rua Joana D’Arc, bairro Zumbi dos Palmares, Zona Leste de Manaus, onde, na noite desta sexta-feira (23), um homem, ainda não identificado, foi executado com vários tiros. Após o crime, testemunhas informaram que mais de 50 disparos foram feitos contra a vítima, porém a maioria atingiu paredes, portas e janelas da residência. Ainda conforme relatos de moradores da região, o homem supostamente tinha envolvimento com o tráfico de drogas e a morte está relacionada à disputa de pontos de venda de entorpecentes naquela região.

O caso será investigado pela DEHS – fotos: Divulgação

Os buracos no imóvel possivelmente são de pistola calibre 12 e fuzil, conforme informou a polícia, pois no local foram encontradas cápsulas deflagradas. De acordo com uma moradora, que prefere não ter o nome divulgado, a vítima estava em via pública quando três carros pretos, de características ainda não identificadas, fizeram o cerco do local e bloquearam a passagem.

“Várias pessoas saíram dos veículos e começaram a atirar na direção dele. Não sei quantos tiros atingiram ele, mas os criminosos chegaram a realizar mais de 50 disparos e toda a ação durou cerca de seis minutos. A maioria dos tiros atingiu as paredes, portas e janelas da frente da residência, onde o crime ocorreu”, informou.

Ainda de acordo com a testemunha, os criminosos já vinham realizando disparos desde uma rua próxima a do local do crime, mas só pararam os veículos quando avistaram a vítima. O homem morreu no local e o corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML). O crime será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

A reportagem tentou contato, por telefone, com os policiais militares da 25ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) para saber mais informações sobre o crime e se a vítima tinha, de fato, envolvimento com o tráfico de drogas ou se respondia a processos na Justiça, mas não houve retorno.

Isac Sharlon
EM TEMPO

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir