Dia a dia

Mais de 5 mil presos têm processos analisados por defensores públicos em Manaus

Mais de cinco mil processos foram analisados – Fotos Manoela Moura

Defensores públicos estaduais e federais finalizam, nesta sexta-feira (17), o atendimento aos internos do sistema penitenciário de Manaus. Ao todo, 5.200 presos das nove unidades prisionais da capital já tiveram seus processos analisados. A ação, que foi realizada por meio de uma força-tarefa, faz parte do programa ‘Defensoria Sem Fronteiras’.

As ações acontecem desde o dia 6 de fevereiro, com a participação de defensores de outros estados e do Amazonas. Eles analisaram os processos criminais, conversaram com os detentos, além de visitarem as unidades prisionais.

De acordo Maria Gabriela Peixoto do Departamento Penitenciário Nacional, durante as visitas, foi constatado que há necessidade de mais diálogo com os detentos.

“Precisa ter mais visitas às unidades prisionais, conversas e fiscalizações. Temos que que buscar celeridade no processo”, destacou.

A partir do resultado do diagnóstico, o defensor público-geral Rafael Barbosa se comprometeu, no período de oito meses, atender as sugestões indicadas no documento.

“Vamos buscar parcerias com políticos, judiciário para viabilizar as sugestões, pois cuidar do preso é  cuidar da sociedade. Iremos montar uma estrutura adequada pra conseguirmos fazer isso”, disse.

A força-tarefa faz  parte de um Acordo de Cooperação Técnica assinado entre o Colégio Nacional de Defensores Públicos Gerais (Condege), o Ministério da Justiça e Cidadania e a Defensoria Pública Geral da União (DPU). A iniciativa também integra o Plano Nacional de Segurança Pública e conta com o apoio do Governo do Amazonas.

Manoela Moura

EM TEMPO

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir