Economia

Mais de 177 mil sacaram o FGTS no Amazonas

Com o benefício, o valor injetado na economia local chegou a R$ 212,07 milhões – Pozzebom/Agência Brasil

No Amazonas, mais de 177.120 trabalhadores já sacaram os recursos disponíveis nas contas inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), nas três primeiras fases. O valor injetado na economia local chegou a R$ 212,07 milhões, de acordo com informações disponibilizadas pela Caixa Econômica Federal.

A instituição informou que estão previstos mais dois pagamentos para os trabalhadores nascidos nos meses de setembro, outubro e novembro, com previsão de início no dia 16 de junho de 2017; e outro, para os nascidos no mês de dezembro, com previsão de início no dia 14 de julho de 2017.

Ainda de acordo com a Caixa, no Amazonas o total de trabalhadores a serem beneficiados pela Medida Provisória (MP) 763/2016, era de 341.206 mil, que totalizava um montante de R$ 353.882.160,67 milhões.

O planejamento é de que sejam feitos todos os pagamentos até o fim do calendário, previsto para acontecer no dia 31 de
julho de 2017.

Pagamentos

A instituição bancária pagou, até 16 de maio, R$ 24,4 bilhões para trabalhadores nascidos entre janeiro e agosto. O valor pago nas três primeiras fases equivale a 84,3% do total inicialmente previsto de R$ 29 bilhões, para as etapas já liberadas até o momento.

O número de trabalhadores que já sacaram os recursos das contas do Fundo de Garantia superou R$ 15,8 milhões e representa 79% das 20,1 milhões de pessoas nascidas no período de janeiro a agosto,
informou a Caixa.

Números acumulados

O valor pago supera a marca de 55% do total de recursos (R$ 43,6 bilhões) disponíveis pela MP 763/216.

O número de trabalhadores que sacaram, nas primeiras etapas, equivale a 52% do total de 30,2 milhões beneficiados pelo saque das contas inativas do FGTS.

A previsão era que o recurso liberado impulsionasse vários setores da economia brasileira, mas, no Amazonas, o setor da construção civil, por exemplo, não comemorou uma melhoria na econômica.

Problemas

No início do processo de saque das contas inativas, os trabalhadores amazonenses encontraram dificuldades para retirar seus
benefícios.

Entre os problemas estavam dados incorretos dos beneficiários passados pelas instituições empregatícias ou ainda as empresas não depositavam os valores. Os entraves prejudicaram muitas pessoas.

Para saber se existe saldo de conta inativa para receber, a Caixa orienta que o trabalhador acesse o site ou ligue para o 0800-726-2017 para que possa, de forma personalizada, saber o valor e data para recebimento do saque nos termos da MP 763/2016.

Henderson Martins
EM TEMPO

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir